Diminuir Fonte Aumentar Fonte Alto Contraste

Campus de Jequié, 24 de maio de 2019

UESB Governo do Estado da Bahia

Projetos de Pesquisa

 

PROJETO DE PESQUISA COORDENADO PELO PROFESSOR ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES

*Butler com Freud: Pensar o “eu” para além do status ontológico de gênero.

Descrição: Desde “Problemas de gênero” (2003), Judith Butler defende que a heteronormatividade prevalecente na contemporaneidade se assenta na concepção binária dos sexos e dos gêneros. Isto chega a ser lugar comum. Propõe que gênero é ato “intencional” e performativo, sendo que palavras, gestos e atos expressos reiteradamente criam a realidade dos gêneros. Aproximando-se de Sigmund Freud, mas não tão perto assim, encontra argumentos que a ajudam a perceber descontinuidades entre sexo, gênero, desejo e práticas sexuais, e recusa o Complexo de Édipo, cujo desfecho é a formação de uma identificação de gênero, uma escolha de objeto e uma neurotização do desejo pela fantasia. A filósofa estadunidense tem sugerido que gênero é uma espécie de melancolia ou os efeitos da melancolia. A melancolia, processo inacabado de luto, fundamenta as identificações que formam o Eu. Nessa trama, o objeto perdido é preservado como um fantasma no Eu e como o Eu. Butler usa o luto como forma de matizar a teatralidade que integra nossa criação de identidades, nossa construção de nós mesmos através da perda e da despossessão. Nesse projeto de pesquisa busco analisar como identidades de gênero são apreendidos pelo pensamento de Judith Butler, especialmente em “A vida psíquica do poder: Teorias da sujeição”; “Problemas de gênero”; “Relatar a si mesmo: Crítica da violência ética”; quando contrastadas com textos Sigmund Freud, a saber, “Totem e tabu”; “Luto e melancolia”; “Introdução ao narcisismo”; “O mal estar na civilização”; “Observações psicanalíticas sobre um caso de paranoia relatado em autobiografia”; “O ego e o id”; “Três ensaios sobre a teoria da sexualidade”. Em outros termos, que leituras faz Butler de Freud para pensar a formação das identidades de gênero? Busco compreender, nesta pesquisa, que peso, signos da melancolia – em forma de reprimendas, medo, autocensura, pecado, luto incompleto, perda – têm na formação das identidades de gênero. Questiono: como opera o desejo quando fricciono Butler e Freud?; Quem deseja quando o “gênero” deseja por meio de Butler leitora de Freud? Será que a economia do desejo sempre vai operar através de algum tipo de recusa e perda? E por que o desejo importa? Ora, o desejo opera na relação entre proibição e produção do “ser” erótico ou erotizado. Quando se proíbe algo, imediatamente uma voz insurge: “vem e transgride, ultrapassa”, o que me faz questionar: o tabu erotizado é parte da forma como nossas identidades são construídas? Como o tabu nos impulsiona e como funciona a pulsão (Trieb), que nem é biológica nem apenas cultural, no processo de produção de identidades de gênero? Este projeto também dá condições de refletir acerca do que Freud e Butler pensam sobre sexualidades “desviantes”: homossexualidades, travestilidades, transgeneridades; possibilita questionar a heterossexualidade normativa como discurso assentado em tabus, traumas e proibições. Mas não apenas isto, em sua forma de conflito edipiano a heterossexualidade pode dar-se a ler como narrativa fissurada (em sentido duplo) pela homossexualidade – abjeção e desejo –, a proibição da homossexualidade que funda a heterossexualidade pressupõe a heterossexualização do desejo.
Palavras chave: identidade; gênero; melancolia; luto; desejo.
 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA ANA ANGÉLICA LEAL BARBOSA

* Fenótipo, ancestralidade genética e dinâmica de mestiçagem no Brasil.

Descrição: O rápido aumento do conhecimento sobre genomas completos de plantas, animais e humanos têm trazido extraordinário conhecimento sobre a natureza dos fenômenos biológicos, bem como com interfaces desses com as áreas aplicadas. Porém, faz-se necessário desvendar a relação de cada gene, ou região genômica, em particular com seu(s) respectivo(s) fenótipo(s), algo nada trivial diante da enorme complexidade envolvida na questão genótipo → fenótipo. Características morfológicas específicas, sejam de plantas ou de animais, são o produto de processos complexos que envolvem a expressão espacial e temporal de vários genes que interagem durante o desenvolvimento, não obstante a existência de variantes, em genes de maior efeito, que podem estar relacionadas a grandes modificações morfológicas. O primeiro passo para que um gene seja indicado como um bom candidato para estudos que visam desvendar a relação deste com características morfológicas é verificar se há alguma evidência funcional de que ele esteja envolvido com o traço fenotípico em consideração. Diante disso, é possível especular que genes envolvidos em situações patológicas sejam bons candidatos para estudos que visam identificar as causas moleculares que levam as variações normais encontradas dentro e entre espécies. Dentro desse contexto, o presente projeto propõe estudar polimorfismos em genes envolvidos com pigmentação humana e características craniofaciais em amostras provenientes de nativos americanos e populações miscigenadas a fim de averiguar se as variantes encontradas são conectadas com traços fenotípicos específicos. Além disso, pretende-se avaliar se a percepção individual a um dado grupo étnico , racial ou de cor , tem correspondência com as variantes alélicas encontradas nos genes estudados, e que estão envolvidos com os fenótipos morfológicos normalmente associados a tais grupos. Uma melhor compreensão sobre a base genética da variação normal permitirá entender a biologia molecular e evolução envolvendo traços morfológicos complexos. Grupos miscigenados do Brasil proporcionam uma oportunidade única para inferências dessa natureza, pois apresentam extensas variações de fenótipos e genótipos. Portanto, nossos achados poderão trazer importantes subsídios para elucidar questões de natureza complexa que envolve fenótipo, genótipo e a interação entre estes fatores, bem como com o entorno social tanto em nativos americanos, quanto em população miscigenada provenientes da mistura de Europeus, Ameríndios e Africanos (como ocorre na população brasileira). Por fim, acreditamos que o trabalho proposto produzirá uma compreensão única sobre mistura populacional (um processo atualmente pesquisado por todo globo), sobre a percepção social de “raça” e “ancestralidade” (dentro do contexto da América Latina) e sobre a genética da aparência física humana..
 

* Caracterização Antropogenética dos Indivíduos Portadores de Anemia Falciforme na Região de Jequié.

Descrição: A anemia falciforme é a doença mais comum no Brasil. Devido à sua prevalência e morbidade, as doenças falciformes têm sido objeto de numerosos estudos no Brasil e no exterior. Este projeto tem como objetivo geral caracterizar a população da região da cidade de Jequié a partir das freqüências alélicas de marcadores hemoglobinas (S e C) e dos marcadores de ancestralidade associados aos sobrenomes de conotação religiosa. A amostra será coletada nas Unidades de Saúde da Família a partir da triagem realizada através do teste do pezinho. Pretendemos ampliar a população do estudo com a participação dos familiares voluntários que após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido concordarem em participar do estudo. A análise laboratorial será realizada nos Laboratórios de Genética Molecular (LGM) e Biologia/Genética Humana (LBGH) da UESB no Campus de Jequié. Os resultados obtidos serão analisados através dos programas GENEPOP, ADMIX2 e ADMIX3. Esse estudo deve subsidiar o entendimento dos familiares a respeito da doença, como também servir de base de assessoramento e acompanhamento clínico dos indivíduos com anemia falciforme. Os resultados também devem auxiliar na Implantação do Núcleo de Atenção a Pessoa com Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias do Município de Jequié, sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde. Palavras chaves: Anemia Falciforme, hemoglobinas S e C, genética de populações.
 

* Diversidade genética baseada em dados de marcadores moleculares em um Bairro afro-descendente do município de Maracás (BA), e sua associção com etnia e sobrenomes

 Descrição: Descrição: O grupo de Genética de Populações Humanas da UESB busca ampliar conhecimentos em populações afro-descendentes na região do Sudoeste da Bahia, a exemplo do Bairro afro-descendente do Cuscuz no município de Maracás. Compreendendo a importância de realizar estudos nestas populações que apesar de mapeadas pela Fundação Cultural Palmares e reconhecidas pelo governo Federal ainda não foram incluídas socialmente. As análises tanto das variáveis antropológicas, quanto dos parâmetros genéticos e demográficos caracterizam esta comunidade afro-descendente como um isolado genético-urbano. Estes dados reforçam a importância da realização de estudos antropogenéticos nesta população especial, tanto do ponto de vista histórico-social, como genético. Esse projeto pretende caracterizar a diversidade genética da população baseada em marcadores moleculares para revelar a ação de fatores evolutivos, como deriva genética, além de permitir a comparação de dados de freqüências alélicas com os de outras populações afro-descendentes já descritas no Brasil, possibilitando a reconstrução da história desta comunidade.
 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELO PROFESSOR BENEDITO GONÇALVES EUGÊNIO

 

* Acesso e permanência de estudantes dos meios populares no ensino superior

 Descrição: Tomando como base a política de ações afirmativas implantadas no ensino superior, particularmente na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, neste projeto procuramos compreender as estratégias empregadas por discentes dos meios populares e negros para adentrar e permanecer no ensino superior. A base teórica é a Sociologia (Bourdieu, Lahire), alem de autores que vem se dedicando ao estudo das políticas de ações afirmativas no Brasil..
* Trajetórias de estudantes universitários negros oriundos dos meios populares

 Descrição: Este projeto de pesquisa pretende investigar as trajetórias de estudantes negros oriundos dos meios populares que apresentam uma trajetória de longevidade escolar, aqui compreendida como uma escolarização de longa duração que lhes possibilitou o acesso ao ensino superior. O contexto da pesquisa envolve estudantes de diferentes cursos de graduação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, bem como seus familiares. Como pressupostos teóricos, o projeto se apóia nas contribuições da Sociologia da Educação, especificamente nos construtos de Pierre Bourdieu e Bernard Lahire. A metodologia adotada está baseada na entrevista narrativa, a qual será focalizada nas entrevistas com os estudantes participantes da pesquisa.

 

* Raça e pobreza no currículo: a percepção de discentes dos anos iniciais do ensino fundamental

 Descrição: O projeto procura apreender as percepções de discentes dos anos iniciais do ensino fundamental acerca de raça e pobreza. Trata-se de pesquisa com enfoque etnográfico, em desenvolvimento numa escola pública de Vitória da Conquista-Ba e que baseia-se em observações, entrevistas e realização de oficinas com as crianças para a coleta dos dados. Teoricamente, aporta-se nas contribuições do campo do curriculo, das relações étnico-raciais e da sociologia da infância.

 

* Currículo, diversidade e práticas culturais: estudo com jovens do ensino médio

 Descrição: O projeto objetiva compreender como a escola, por meio do currículo, trabalha com a diversidade cultural presente entre os jovens do ensino médio.
 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELO PROFESSOR EDSON DIAS FERREIRA

 

* Infrasa – Infraestrutura para Pesquisas Avançadas no Semi-Árido.

 Descrição: o projeto institucional visa complementar e ampliar a infra-estrutura de laboratórios da UEFS com a incorporação de equipamentos científicos de grande impacto suporte já disponível, consolidando e integrando a rede de laboratórios que atendem aos grupos de pesquisa e programas de Pós-Graduação da referida instituição. Com financiamento do Finep, edital 03/2009, a proposta contempla o sub-projeto 3 – Integração e modernização de museus e arquivos da UEFS, cujo propósito é, entre outros, equipar adequadamente o Laboratório – Labimagem – para consolidar o projeto de digitalização, tratamento,conservação e veiculação de acervos visuais da UEFS, importantes para a memória regional e para a pesquisa na pós-graduação.
 * RIPPG – Rede Integrada de Pesquisa e Pós-Graduação no Semi-Árido Baiano

Descrição: O projeto institucional se articula a partir tres sub projetos de imfra-estrutura com o propósito de complementar e ampliar a rede de laboratórios multiusuários existentes na UEFS, vinculados aos programas de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Feira de Santana. sob a sigla CEPAVH – Centro de Pesquisa com Acervos Visuais e Documentação Histórica, o sub-projeto 2, se atende à demanda de pelo menos dois grupos estabelecidos na UEFS: o Labimagem e o CDOC. Com financiamento do Finep, edital 01/2009, a proposta contempla, entre outros, o propósito de ampliar adequadamente a infra-estrutura física do Laboratório – Labimagem – para consolidar o projeto de digitalização, tratamento,conservação e veiculação de acervos visuais da UEFS, importantes para a memória regional e para a pesquisa na pós-graduação.
 * Labimagem – Laboratório Multiusuário de Pesquisa com Acervos Visuais

 Descrição: Propõe desenvolver ações que possibilitem a produção – capitura através de meio digital, tratamento, preservação e acesso publico do material para pesquisas realizadas pelo gupo e outrs pesquisadores que se interessem pelo material pertencente ao acervo.

 

 * Imagem Da Festa: O Papel Da Linguagem Visual na Pesquisa Social

 Descrição: O objetivo do projeto é montar um banco de dados com imagens para confeccção de um catálogo sobre cultura poular da Bahia – Salvador, Recôncavo e Feira de Santaba – com o propósito de contribuir para a produção de material visual que estimule o reconhecimento e preservação de bens culturais das regiões supra citadas.
 * Saberes, Práticas, Educação e Desenvolvimento: retratos da sag indígena Fulni-ô e Kariri-xocó no Nordeste Brasileiro

 Descrição: Objetiva identificar saberes, práticas, educação, gestão e desenvolvimento indpigena visando fortalecer as linhas de pesquisa Processos Civilizatórios: Educação, Memória e Prularidade Cultural e Educação, Tecnologia Intelectual, Currículo e Formação do Educador, mais especificamente Educação, Gestão e Desenvolvimento Local Sustentável do programa de Pós-Graduação, MEstrado em Educação e Contemporaneidade da Universidade Estadual da Bahia..
 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA ADRIANA MARIA DE ABREU BARBOSA

 

* Feminismo e Identidades de Gênero na Obra de Ana Maria Machado

 Descrição: Análise comparativa entre obras de literatura infanto juvenil e romances de Ana Maria Machado embasada na Crítica Feminista e com aporte metodológica das Teorias do Discurso. Investiga-se a presença do feminismo como temática e a construção de identidades de gênero nos enredosanalisados.

* Memórias das Escritoras Brasileiras na Escola

 Descrição: Este projeto tem por corpus livros de literatura infantil e juvenil de cinco autoras brasileiras (a seber, Ana Maria Machado, Zelia Gattai, Silvia Orthof, Marina Colasanti e Adriana Falcao) e busca alargar esse corpus na investigação de autoras baianas desconhecidas e contemporâneas. Os livros serão objeto de estudo e analise na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia em parceria com docentes de duas escolas publicas da cidade de Jequie, a saber: Colegio Estadual Luiz Viana Filho e Ginasio Municipal Dr. Celi de Freitas. O resultado dos estudos será transformado em ações pedagógicas que visam melhorar a qualidade do ensino e aprendizagem de literatura e leitura. Essas ações serão realizadas, prioritariamente, nas salas de leitura/bibliotecas das escolas parceiras, o que promoverá uma valorização do ato de ler, do próprio espaço educativo e do acervo literário disponível na escola. O resultado dessas intervenções pedagógicas visam a produção de livros digitais por docentes e discentes, potencializando a escrita crítica, criativa e lúdica a partir do contato com o texto literário. Embasam nossa investigação, a Critica Feminista que procura dar visibilidade ao trabalho empreendido por mulheres escritoras na cultura brasileira. Há interesse em investigar estéticas abordadas pelas autoras em especial o trabalho com temas relacionados a identidade de gêneros, conceitos de feminilidade e masculinidade, relações de gênero esexualidade..
* Feminino e Masculino na Cultura: Revistando Mitos Através da Mídia e da Literatura

 Descrição: Análise das representações do femnino e masculino na cultura contemporanea midiática e literaria, visando a identificaçao das novas? mitologias de gênero postas em cena. Suportes teóricos: Análise do Discurso, Crítica Feminista e Semiologia.

PROJETO DE PESQUISA COORDENADO PELA PROFESSORA ANA CLÁUDIA LEMOS PACHECO

 * Metodologias Científicas Sobre Corpo, Gênero e Sexualidade

 Descrição: O projeto aborda os aspectos epistemológicos, teórico-metodológicos das questões relacionadas à pesquisa científica nos campos de estudos sobre corpo, gênero e sexualidade,.

 

 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELO PROFESSOR ITAMAR PEREIRA DE AGUIAR

 * Mudanças no Campo Religioso em Vitória da Conquista

 Descrição: Enfoca as mudanças ocorridas no campo religioso em Vitória da Conquista, no período de 1999 quando apresentamos a dissertação de Mestrado à PUC SP, intitulada As religiões afro-brasileiras em Vitória da Conquista: caminhos da diversidade , sob a orientação da Profª. Dra. Josildeth Gomes Consorte, se estendendo ao ano 2012, data até quando pretendemos levantar os dados para análises e conclusões sobre o tema. Objetiva estudar as prováveis mudanças ocorridas em algumas casas já etnografadas anteriormente, para verificar as motivações e os resultados destas mudanças segundo as considerações de fiéis e lideranças religiosas, como também, levantar em Cartório e checar, rua por rua, os endereços dos templos das religiões existentes em cada bairro, para atualização do Mapa Religioso construído em 1999, atualizado em 2007 e, que reclama nova atualização para observar as mudanças quantitativas, a ocupação do espaço urbano e as relações entre as tradições. Por fim, esperamos com as pesquisas anteriores somadas a este trabalho, dar conta de observar as manifestações religiosas que, se estendem desde a constatação da presença, nos anos 1930 das ditas afro, indígena, brasileira em dialogo com outras religiões, até as mudanças ocorridas no campo religioso local, contribuindo assim, para novos estudos nesta área do conhecimento.

 

* O museu Pedagógico: Uma Interlocução Com os Problemas do Cotidiano Escolar

 

 

PROJETO DE PESQUISA COORDENADO PELO PROFESSOR MARCOS LOPES DE SOUZA

* O que dizem os livros didáticos de Ciências sobre as identidades de gênero e sexuais?

 Descrição: O livro didático de Ciências continua sendo o material de referência para a prática educativa dos professores, devido ao fácil acesso e também por apresentar o conhecimento de maneira simplificada, favorecendo uma maior sistematização do conteúdo a ser ensinado. Todavia, ainda apresenta problemas relacionados aos conceitos, ilustrações, atividades propostas, além de veicular estereótipos sócioculturais. Com as avaliações realizadas pelo Ministério da Educação, algumas obras têm tido alterações. Diante disso, esta pesquisa objetiva descrever e analisar as discussões sobre as identidades de gênero e sexuais em livros didáticos de Ciências mais recentes. Serão escolhidos os livros utilizados pelas escolas de ensino fundamental da cidade de Jequié-BA. Os critérios de análise priorizarão, entre outras coisas, as ideias e concepções de gênero e de identidades sexuais presentes nos livros; a veiculação ou não de estereótipos ligados à mulher e à comunidade LGBTT e as possíveis discussões sobre o sexismo e a homofobia no ambiente escolar.

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA MARISE DE SANTANA

* Identidade e Legado Africano em Cidades Baianas: Jequié; Ipiaú; Ubatã; Camamuzinho; Itagibá

 Descrição: Este estudo visa sistematizar dados sobre a presença do legado africano em cidades da região Sul e Sudoeste da Bahia identificando em monografias e relatórios; bem como, material impresso e eletrônico jornais, revistas, dissertações e sites; elaborados por alunos/as egressos do programa ODEERE/UESB, dados que identifiquem a identidade afro-brasileira no cotidiano das cidades. Este é um programa que abarca estudos estruturados pelo grupo de pesquisa “Educação e Relações Étnicas: Saberes e práticas do Legado Africano e Indígena”, todavia, nossa hipótese é que as categorias Educação, Relações Étnicas e Legado africano presente nestas produções, ainda careçem de serem retrabalhadas a luz de se pensar acerca das diferenças específicas das culturas negras presentes em sua ordem social, trocas e reposição cultural.

* O olhar Antropologico Sobre a Formação Docente

 Descrição: Nesta pesquisa busca-se entender a formação docente pelo olhar Antropológico.

* Identidade e Memoria: A Fonte Milagrosa de Nossa Senhora das Candeias, morada de Nanã, Iemanjá e Oxum.

 Descrição: Neste estudo busco investigar qual a relação entre identidade da comunidade Candeense e Fonte Milagrosa de Nossa Senhora das Candeias considerando que este espaço se constitui em um lugar da memória . Candeias localiza-se no Recôncavo da Bahia , cidade que se originou dos Engenhos da Cana de Açucar logo após Portugal intensificar o Tráfico de Africanos.

 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA REGINA MARQUES DE SOUZA OLIVEIRA

* Educação Escolara Quilombola: zona rural e comunidades remanescentes no Recôncavo

 Descrição: Projeto de Extensão que inclui a oferta de curso do catálogo do MEC/Secadi de educação escolar Quilombola. O projeto prevê entre outras coisas a capacitação de professores das zonar rurais e territórios remanescentes de quilombos no REcôncavo da Bahia – Santo Antonio de Jesus, São Felipe, Cachoeira, Cruz das Almas e Feira de Santana.
* Violência e Território: Saúde da População Negra

 Descrição: Abordar a saúde da população negra a partir da dimensão territorial e a vulnerabilidade à violência (urbana e rural/interior da Bahia), considerando saúde enquanto aporte para o desenvolvimento social de pessoas e lugares, através do fomento de políticas de superação das desigualdades regionais e locais.
* Expedições Quilombolas: Agroecologia e Sustentabilidade

 Descrição: O projeto visa a interação entre comunidade acadêmica e populações de territórios rurais quilombolas. A partir de pesquisa/extensão junto as comunidades de Quilombos do Iguape, Oiti, Lagoa Grande e Jatimane. Desenvolve através de oficinas de memória, ciclo de vida e identidade, mini-cursos e palestras nas áreas de saúde e cooperativismo, a habilidade da população quilombola produzir artigos para comercialização regional, conhecimento e valorização de seu trabalho, identidade e história.
* Identidade de Jovens Negros no Recôncavo da Bahia:igualdades e diferenças na metropole e no interior

 Descrição: O projeto visa mapear as principais cidades do Recôncavo da Bahia, partindo inicialmente da cidade de Santo Antonio de Jesus, a qual é considerada a capital do Recôncavo e onde encontra-se o campus de psicologia da UFRB. O mapeamento implica organizar os tipos de relações psicossociais e dimesões emocionais afetivas de estruturas de formação da identidade negra (público majoritário na Bahia e atualmente de todo contexto nacional-IBGE 2010).
* Saúde Mental na Educação Infantil: Raça e Etnia enquanto aporte metodológico do trabalho clínico do psicólogo – contribuições para a prática docente

 Descrição: O projeto visa instrumentalizar o estudantes e pesquisadores em psicologia a considerar as especificidades da dimensão étnico – racial como importantes para a compreensão do psiquismo infantil no cenário brasileiro e mundial. Projeto Vinculado à Programa de Permanência Qualificada da PROPAAE. Projeto Financiado pela Secretaria de Ação Social da Prefeitura Municipal de Santo Antonio de Jesus.
* (Pesquisa/Extensão)Psicologia e Relações Etnico Raciais: Aportes epistemológicos para a Produção de Conhecimento

 Descrição: O projeto visa fornecer noções elementares do campo epistemológico que compõe os saberes sobre raça e etnia produzidos no Brasil a partir de sua origem inaugural do campo das ciências sociais antropológicas, aprofundando conceitos e aprimorando bases para pesquisas no campo específico da psicologia. Projeto com financiamento das Prefeituras de Varzedo e Santo Antonio de Jesus através de programa de ajuda financeira para atividades extesionistas e de divulgação científica. Projeto também cadastrado nas atividades da PROPAAE – Pró-Reitoria de Ações Afirmativas e Assuntos Estudantis, através do programa de permanência qualificada para alunos bolsistas.
* Psicodiagnostico Infantil: clinica psicológica, gestão em enfermagem e abordagem etnico racial

 Descrição: O projeto visa compreender historicamente os processos de avaliação psicológica observando a necessidade de considerar as dimensões etnico raciais inerentes ao contexto brasileiro para uma psicologia efetivamente atenta as dimensões sociais do fazer psicológico, bem como formar profissionais de saúde (enfermeiros), capazes de atuar em uma gestão ambulatorial e hospitalar a partir de considerações Étnico raciais.
 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELO PROFESSOR VALMIR HENRIQUE DE ARAÚJO

* Educação Cientifica para a diversidade étnico-cultural: fundamentos de uma pedagogia interétnica para a ocnstrução doc onhecimento, da identidadee da auto-estima, com inserção da física e da robótica ediucacional nas séries iniciais do ensino fundamental.

 * Estudo de elementos etnocientíficos em comunidades quilombolas.

 * Construção de um robô étnico.

 * Simulador Virtual de Robótica Educacional para Quilombolas do Ensino Fundamental

 * Alfabetização Científica: Uma perspectiva de reconstrução social para a diversidade étnicorracial

 * Laboratório de Física Atômica e Nuclear

 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA RAQUEL SOUZAS

* Intersecções no campo da saúde reprodutiva: Estudo sobre relações de gênero e raça/etnia na região do Sudoeste da Bahia.

 * COMQUISTA:Comunidades Quilombolas de Vitoria da Conquista-BA:avaliação dos condicionantes de saúde.

 

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS PELA PROFESSORA MARIA DE FÁTIMA ARAÚJO DI GREGÓRIO

* ODEERE/ Etnias, Gênero e Diversidade Sexual

 Descrição: O Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade (PPGREC) pretende desenvolver estudos e pesquisas no campo das relações étnicas e de gênero/sexualidades, contribuindo, assim, com a institucionalização das Leis 10639/03 e 11645/08, que tornam obrigatório, nas escolas de educação básica, o ensino da História da África, da História e Cultura Afro-brasileira e Indígena.
 

* Grupo de Estudos Hermenêuticos sobre Famílias, Territórios, Identidades e Memórias/GEHFTIM

 Descrição: O GEHFTIM reúne professores pesquisadores e estudantes de diversos cursos, especialmente de Pedagogia com a finalidade de compartilhar estudos hermenêuticos que possibilitem a produção de conhecimentos acerca do processo identitários das famílias em seus territórios identitários. Os estudos abraçam como objeto multifocal a História e as memórias, pesquisando e elucidando dinâmicas de grupos migratórios, e suas influências em territórios, analisando trações de permanência, de mudança e re-significação nas identidades locais, regionais. O grupo se propõe a pensar entrecruzamentos conceituais entre as memórias individuais e as sociais, registrando histórias com produções científicas e participação em eventos nacionais e internacionais. O GEHFTIM ainda se propõe a pensar na relação entre Memória e História / Territórios e Identidades Narrativas como constitutivas e representadas em seus diversos momentos de pesquisa e estudos, buscando compreender as transformações ocorridas em grupos identitários, pensando lembranças e esquecimentos inseridos numa dinâmica social. O caminho hermenêutico é explorado a partir de estudos da linha de pensamento de Paul Ricoeur que mostra o ato de interpretar como uma atividade ligada ao ato de explicar e compreender a partir de uma referência vivida.
 

* Recôncavo:Território, Cultura, Memória e Ambiente

 Descrição: Este projeto é multisciplinar e atua no Recôncavo da Bahia, sendo coordenado pelo Dr Miguel Cerqueira da UNEB Campus V.

BUSCA

Parceiros

banner_paep
ppg
periodicos
cnpq
capes
fapesb

Contato Rápido

Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade- PPGREC

www.uesb.br
E-mail: ppgrec@uesb.edu.br
Telefone: (73) 3526 2669

 

Endereço: Rua João Rosa, s/n, Pau Ferro, Jequié

Referência: Antigo Colégio Dom Climério de Andrade