O que é

Em substituição ao Vestibular Uesb e em caráter excepcional devido à pandemia de Covid-19, o Processo Seletivo Especial será realizado para acesso às vagas oferecidas nos cursos regulares de graduação da Universidade, exclusivamente, para o período letivo 2021.1. Estão abertas 758 vagas, em 40 cursos regulares de graduação, distribuídos nos campi de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista.

Sem as tradicionais provas, a Seleção será realizada por meio da análise de desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou da Média Geral do Ensino Médio, conforme Critério de Seleção escolhido no ato da inscrição. Os candidatos poderão concorrer às vagas disponíveis em três modalidades de concorrência: Ampla Concorrência, Reserva de Vagas e Cotas Adicionais.

Uma novidade aprovada para o Processo Seletivo Especial é o Bônus Regional, uma forma de atender à demanda dos estudantes da região, maior parcela do público do tradicional Vestibular, no acesso ao Ensino Superior. Com o Bônus, os candidatos domiciliados em um dos municípios que integram os Territórios de Identidade Sudoeste Baiano, Médio Rio de Contas ou Médio Sudoeste da Bahia terão 10% da sua nota validada para ser somada à pontuação final.

Todo o Processo Seletivo Especial é regulamentado pela Resolução 26/2021, do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da Uesb (Consepe) e pelo Edital 141/2021. A coordenação e realização do processo é da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), por meio da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) e da Gerência de Acesso e Acompanhamento (GAA).

Ícone de Inscrições
Inscrições
Faça sua inscrição de 16 a 30 de setembro.
Ícone de Cursos e Vagas
Cursos e Vagas
40 opções de cursos e 758 vagas.
Ícone do Boletim de Desempenho
Boletim de Desempenho
Pesquise aqui a sua nota no ENEM.
Ícone de Dúvidas Frequentes
Dúvidas Frequentes
Principais perguntas e respostas sobre o processo.
Copyright 2021 © - Todos os direitos reservados - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Desenvolvido pela ASCOM / CHP
Brasão da Uesb e do Governo da Bahia