Graduação

Curso de Farmácia é pioneiro em universidade pública no Sudoeste baiano

por Wellington Nery

O Curso de Bacharelado em Farmácia da Uesb foi criado no campus de Jequié em 2007, tendo sua primeira turma constituída no período letivo de 2008 – 2008.1. Inicialmente, a graduação foi concebida com habilitação em Análises Clínicas e Análises de Alimentos e, posteriormente, houve uma alteração para formação generalista, autorizada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Informações básicas

Criação: 2007
Modalidade: Bacharelado
Campus: Jequié
Duração mínima: 10 semestres

A estrutura curricular da graduação em Farmácia oferecida na Uesb tem em comum as disciplinas de formação básica, formação geral, incluindo disciplinas para formação profissional do generalista. Nesse sentido, de acordo com a coordenação, o curso busca capacitar e viabilizar a formação do farmacêutico como profissional da saúde, com habilidades e competências para atuar nas áreas dos medicamentos, cosméticos e produtos farmoquímicos, alimentos e análises clínicas e toxicológicas.

Além de capacitar o aluno como analista clínico geral, o curso oferece ao discente formação ética e científica. As atividades de formação são voltadas para promoção da saúde em todos os níveis de atenção, tendo como centro de suas ações o indivíduo de forma integral, e consequentemente, a sociedade na qual está inserido. “O bacharel em Farmácia formado pela Uesb deverá se conscientizar de que o exercício da profissão escolhida requer o compromisso sócio-político-ambiental com o aperfeiçoamento das instituições e o dever ético decorrente do exercício de sua função pública”, ressaltou o professor Valasque Júnior, coordenador da colegiado da graduação.

O curso de Farmácia da Uesb forma profissionais de saúde, com competências para atuar nas áreas de medicamentos.

O curso já formou quatro turmas, o que representa mais de 80 farmacêuticos inseridos no mercado de trabalho. No último Exame Nacional de Desempenho (Enade) em que foi avaliado, cujo resultado foi divulgado em 2014, o curso obteve conceito 4, sendo um dos destaques da Universidade.

Áreas de atuação

O farmacêutico formado pela Uesb estará capacitado a atuar de forma crítica e reflexiva, pautado nos princípios éticos como promotor da saúde integral do ser humano. Ele poderá atuar em indústrias farmacêuticas, de cosméticos, de fitoterápicos, química e de alimentos; dispensação e atenção farmacêutica em farmácias comunitárias e públicas, alopáticas e homeopáticas; manipulação de medicamentos em farmácias hospitalares e de manipulação, prestando assistência e atenção farmacêutica; análises clínicas e toxicológicas; educação e pesquisa em saúde pública, vigilância sanitária e ambiental.

Para Aline de Castro Gimenez, acadêmica do 9º semestre do curso, a área de Farmácia é uma paixão e sua formação na Uesb está qualificando-a para bem atuar no mercado de trabalho. “Nesse curso, aprendemos muito como fazer uma atenção farmacêutica. É um curso muito importante, haja vista que não estamos fazendo diagnósticos de doenças, mas estamos cuidando da parte terapêutica que o paciente irá fazer após ter sido diagnosticado. É um curso essencial e tudo que aprendemos aqui é para sairmos aptos a cuidar do paciente”, assegurou Gimenez.

Outra possibilidade de atuação é a docência, como é o caso da egressa da primeira turma e hoje professora na Uesb das disciplinas Farmacologia, Tecnologia Farmacêutica e Trabalho de Conclusão de Curso 1, Tuane Souza, que  atesta, na prática, a qualidade do curso ao retornar à academia como docente. “Quando eu entrei no curso de Farmácia, como aluna, o cenário era de dificuldades pelo fato de ser primeira turma, porém os professores que aqui tinham sempre incentivaram a pesquisa e a questão da qualificação. Graças a esse incentivo voltei à Universidade no último ano para exercer a docência”, concluiu Souza.