Graduação

Licenciatura em Matemática e mercado profissional

por Queila Chaves

Principal
Quem gosta de números, é concentrado e detalhista, pode se dar muito bem ao ingressar no curso de Matemática. A licenciatura é ofertada pela Uesb, campus de Vitória da Conquista, desde 1999, com o objetivo de formar professores para atuar no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio, além de tornar esses alunos aptos para a pesquisa e extensão dos conceitos matemáticos.

Informações básicas

Criação: 1999/2000
Modalidade: Licenciatura
Campus: Jequié/Vitória da Conquista
Duração mínima: 8 semestres

Os licenciados em Matemática têm grandes possibilidades de ingressar no mercado de trabalho. “Os alunos que se formam na Uesb, tanto trabalham na região Sudoeste da Bahia, que é uma área muito grande, como no Norte de Minas”, comentou o coordenador do colegiado, professor Altemar Brito Lima, que fez parte de uma das 24 turmas já formadas. Ele concluiu o curso em 2006, em seguida, realizou Mestrado e hoje é professor efetivo da Uesb.

Já no campus de Jequié, foi implantado, em 2000, o curso de Matemática com enfoque em Informática. “Essa licenciatura, além de dar a formação clássica, tem como objetivo munir o egresso de uma formação complementar em informática, capacitando-o a atender às inovações tecnológicas do mundo moderno”, explicou o coordenador José Eduardo da Silva.

Para desenvolver suas atividades acadêmicas, os estudantes contam com quatro laboratórios próprios, sendo dois de Informática para o ensino de Matemática, um de Geometria e um de Educação Matemática. Atualmente, três projetos de pesquisa e um de extensão são desenvolvidos no campus de Jequié. O curso já formou nove turmas.

Há quase 20 anos, a Uesb forma docentes para atuar na área de Matemática.

Com a abordagem em Informática, o profissional amplia seu campo de atuação nas escolas de nível fundamental e médio: exerce atividades em laboratórios de Informática; oferece cursos básicos de linguagem de programação e softwares matemáticos para alunos; assessora os professores na utilização do computador; assim como trabalha na escola utilizando software que organiza toda a estrutura administrativa, financeira e pedagógica.

Os egressos dos dois cursos têm ainda a possibilidade de seguir a carreira acadêmica. Uma dessas egressas é a professora universitária Cristiane Barreto. Ela ingressou em Matemática, campus de Vitória da Conquista, no ano de 2002, concluindo o curso em quatro anos. Em seguida cursou a especialização em Matemática Pura e em 2012 passou no Mestrado Profissional em Matemática (Profmat), ambos os cursos ofertados pela Uesb.

Durante a graduação, Barreto começou a ministrar aula. “A atuação docente durante o curso é uma experiência de fundamental importância para quem faz licenciatura, pois nos proporciona estabelecer relações entre as leituras e os conhecimentos já existentes com as experiências vividas no decorrer do período escolar, universitário e de sala de aula como professora”, afirmou a egressa, que atualmente leciona em um instituto federal.

Por isso, um dos programas que merece destaque no curso de Matemática é o Programa Institucional de Iniciação à Docência (Pibid), no qual os graduandos têm a possibilidade de vivenciar o cotidiano da sala de aula. Um dos alunos que já teve essa oportunidade de ser bolsista do Pibid é Jeferson Alves, do 7º semestre de Matemática com enfoque em Informática. “Sempre tive uma certa aptidão pela Matemática, daí conclui que era o curso que queria. Minha experiência em sala de aula, através dos estágios e do Pibid, foi desafiadora, mas me fez ter certeza da minha profissão”, afirmou.