Brasão UESB/Governo da Bahia

Pós-graduação na UESB cresce em diferentes áreas do conhecimento

Pós-Graduação

zootecnia

Atualmente, a Uesb conta com 21 programas de pós-graduação, que atendem as áreas acadêmica e profissional.

Fortalecer a pós-graduação é, antes de tudo, investir na qualificação profissional e no desenvolvimento científico. Nesse sentido, a Uesb, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), vem intensificando ações para contribuir com a ampliação e consolidação dos seus programas.

Em 2002, o primeiro programa de pós-graduação stricto sensu da Universidade foi implantado com a criação do Mestrado em Agronomia. Um ano depois, o campus de Itapetinga inaugurou o Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, um dos primeiros da área na Região Nordeste do país. Com concentração em “Produção de Ruminantes”, o Programa busca atender problemas da região por meio das pesquisas desenvolvidas, como a renovação de pastagem, nutrição de ruminantes, suplementação animal no período seco, entre outros.

Hoje, o Programa já formou 134 mestres e 91 doutores, que estão inseridos tanto em instituições de ensino públicas e privadas, como em grandes empresas que buscam profissionais qualificados para área de pesquisa. “À medida que a necessidade da região vai acontecendo, o Programa vai também configurando suas pesquisas para dar respostas a essas necessidades. A pós-graduação tem dado a oportunidade do aluno já sair trabalhando na área e fazendo com que a formação dele seja plena”, avaliou o professor Fábio Andrade, atual coordenador do Programa de Zootecnia.

Novas oportunidades

Nos últimos 15 anos, o quadro de pós-graduação da Universidade veio crescendo significativamente. Hoje, são 21 programas que atendem tanto a demanda acadêmica, como a profissional. Nos três campi, a Uesb conta com quatro mestrados profissionais, um multicêntrico, 16 acadêmicos, além de seis doutorados.

grafico (1)

Em 2015, o Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde implantou o curso de Doutorado, aprovado, um ano antes, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Com conceito 4, o curso é o primeiro doutorado a ser criado no campus de Jequié e já está em sua terceira turma, recebendo pesquisadores de diversos estados do país interessados em ampliar sua formação. “O Programa tem atendido a uma população bastante significativa que vai além do Sudoeste da Bahia. O grande marco de todo esse período é a contribuição para formação de profissionais da área da Saúde não só da Uesb, como também de outras instituições de ensino superior do nosso e de outros estados”, pontuou a professora Alba Alves Vilela, coordenadora do Programa.

Como um Mestrado é criado?

O primeiro passo é montar uma comissão instituída por portaria de designação que irá elaborar uma proposta de criação de curso de pós-graduação e alimentar todas as informações no sistema da Capes. A estruturação da proposta deverá atender os critérios estabelecidos nos documentos de área da Capes, entre eles um corpo docente com atividades de pesquisa consolidadas, com experiência de orientação e destacada produção cientifica. Após a aprovação da Capes, o programa poderá ser implantado.

Qualidade reconhecida gera novas experiências

Em 2008, as pesquisas interdisciplinares ganharam ainda mais força com o início da primeira turma de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Memória: Linguagem e Sociedade (PPGMLS). Dois anos depois, veio a implantação do Doutorado e, em 2013, o Programa foi avaliado pela Capes com Conceito 5, passando a integrar o grupo de cursos classificados como excelência nacional. A qualidade da produção científico-acadêmica, da formação profissional e da infraestrutura, capaz de possibilitar o crescente investimento no conhecimento científico, são os fatores responsáveis por esse reconhecimento.

As experiências de formação do Programa se ampliaram com a modalidade de Mestrado Interinstitucional (Minter). Voltado para formação de mestres pertencentes a quadros de docentes de outras instituições de ensino superior, o Minter só pode ser conduzido por programas de pós-graduação com excelência nacional reconhecida pela Capes. Diante disso, o PPGMLS recebeu quatro propostas de instituições receptoras para encaminhamento de projetos Minter e, em 2015, o Programa teve a proposta aprovada pela Capes junto ao Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

A previsão é que a formação da turma do Minter seja concluída em 2018. “Ao promover turmas do Minter, o PPGMLS busca viabilizar a formação de mestres pertencentes a quadros de docentes, subsidiar a nucleação e o fortalecimento de grupos de ensino e pesquisa, estabelecer as condições para a criação de turmas de Doutorado Interinstitucional (Dinter) e, criação de novos cursos de pós-graduação nas instituições receptoras”, apontou a professora Maria Conceição Fonseca-Silva, vice-coordenadora do Programa.

Crescimento e fortalecimento

De 2010 até hoje, a Uesb ampliou 150% do seu quadro de programas de pós-graduação, nos três campi. Foram 15 novas possibilidades criadas em diferentes áreas e com inúmeras linhas de pesquisa, buscando o desenvolvimento científico, a formação de profissionais qualificados, o desenvolvimento regional, a interiorização da pós-graduação, o fortalecimento da graduação e a visibilidade da Uesb no cenário nacional e internacional.

“A nossa política institucional consiste em oferecer as condições necessárias para que os programas de pós-graduação possam desenvolver suas atividades. Nesse contexto, dentro do orçamento previsto, buscamos estimular o aumento de docentes com doutorado e pós-doutorado, bem como submeter propostas institucionais em editais com vistas à captação de recurso para melhorar a infraestrutura dos cursos de pós-graduação. Dessa forma, procuramos estimular o desenvolvimento quantitativo e qualitativo da pós-graduação dentro da Uesb”, explicou a professora Alexilda Oliveira, pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação.

Matérias mais vistas

confira as matérias com mais cliques em nossa revista eletrônica

Especial 40 anos
Os primeiros passos de uma universidade
Especial 40 anos
A educação na região Sudoeste...
Especial 40 anos
Passado e presente se encontram em...
Especial 40 anos
40 anos desbravando os caminhos da...
Especial 40 anos
Uesb impulsiona crescimento...
Assistência Estudantil
Políticas afirmativas garantem...
Especial 40 anos
Onde são formados os professores da...
Especial 40 anos
Pesquisa e extensão a serviço da...
Especial 40 anos
40 fatos sobre a Uesb que você...
Especial 40 anos
Laboratórios qualificam a formação...
Especial 40 anos
Universidade oferece oportunidades de...
Especial 40 anos
Qual a cara da Uesb dos 40 anos?