Graduação

Química e os seus desdobramentos na Uesb

por Valcelene Amorim

Principal
A química é a ciência que estuda, principalmente, a matéria e suas transformações. Mesmo que não percebamos, a química é muito presente em nosso dia a dia, seja nos alimentos, medicamentos, plantas, produtos industrializados, no próprio organismo humano, ou seja, todo o universo é composto por química.

Informações básicas

Criação: 1999/2004/2008
Modalidade: Bacharelado/Licenciatura
Campus: Itapetinga e Jequié
Duração mínima: 8 semestres

Aqueles que possuem interesse nessa área do conhecimento encontram na Uesb a possibilidade de apurar as propriedades químicas das substâncias e suas reações. A Universidade oferece nos campus de Itapetinga e Jequié, os cursos em Licenciatura e Bacharelado em Química. De acordo com as coordenações dos cursos, as diferenças entre as duas modalidades é basicamente que o egresso licenciado tem a alternativa de atuar como professor no Ensino Básico. “A Licenciatura em Química forma os profissionais da Educação, podendo exercer, fundamentalmente, sua função na Educação Básica, como também no Ensino Superior. O Bacharelado forma profissionais para a pesquisa em Química, que pode ser exercida tanto na indústria como nas universidades”, explicou o professor Marcos Antonio Pinto Ribeiro, coordenador do colegiado do curso no campus de Jequié.

A competitividade e as exigências do mercado de trabalho são uma realidade tanto na área de Química como em qualquer outra, por isso, a Uesb tem investido em infraestrutura para permitir ao egresso competir e atuar com excelência no campo profissional. Nesse sentido, a Universidade dispõe de laboratórios e equipamentos de ponta. “Considerando um curso localizado no interior da Bahia, temos laboratórios e equipamentos disponíveis de alto padrão e salas de aulas em quantidade suficiente. Quanto ao acervo bibliográfico, o curso dispõe das obras fundamentais. A universidade dispõe de acesso ao Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), uma das melhores bases de dados do mundo, dando suporte para o ensino e pesquisa”, pontuou Ribeiro.

Aqueles que possuem interesse na área de Química encontram na Uesb três opções de cursos.

No tocante ao desenvolvimento de pesquisas e extensão, o Programa de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) têm sido importantes aliados para o aperfeiçoamento acadêmico dos alunos da graduação. “O Pibic possibilita o despertar da vocação científica do estudante e busca incentivar novos talentos entre os mesmos, contribuindo para a formação científica. O Pibid tem como um dos objetivos principais a elevação da qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciatura das instituições de Educação Superior, assim como a inserção dos estudantes no cotidiano de escolas da Rede Pública de educação”, ressaltou Danilo Junqueira Leão, coordenador do curso no campus de Itapetinga.

De acordo com a coordenação de Jequié, o desenvolvimento de pesquisas em laboratórios também merece destaque.  “Dentre eles, o Laboratório de Óleos Essenciais e o Laboratório de Produtos Naturais trabalham fazendo a catalogação e prospecção de plantas do semiárido nordestino com potencial farmacológico. O Laboratório de Analítica trabalha com a construção de métodos analíticos para o controle ambiental e da produção em geral, como por exemplo, o tratamento de águas e efluentes, indústria alimentícia e recursos ambientais. Na extensão temos o primeiro Laboratório de Divulgação Química no Brasil (Ladiq), com atividades contínuas de extensão e pesquisa com as escolas públicas regionais. Temos também pesquisas educacionais na área de Linguagem e ensino de Química, bem como sobre História e Filosofia da Química”, destacou Ribeiro.

Além disso, os discentes possuem a perspectiva da educação continuada por meio do programa de pós-graduação disponibilizado pela Instituição. “A Uesb possui um programa de pós-graduação em Química que oferece o curso de Mestrado, com área de concentração em Química Analítica. Esse programa é composto por grupos de pesquisa, recursos humanos e infraestrutura dos três campi que compõem a Uesb e tem sua coordenação na cidade de Jequié. O Mestrado conta com um aparato de diversos laboratórios de pesquisa providos com modernos equipamentos, salas de aulas com boa estrutura física, além de pesquisadores capacitados para conferir aos discentes uma excelente formação”, destacou Leão.

Química com Atribuições Tecnológicas

Para os estudantes que desejam se tornar químicos e optam pelo campus de Itapetinga, há ainda mais uma possibilidade de formação específica que é o bacharelado em Química com Atribuições Tecnológicas. De acordo com o professor Danilo Junqueira Leão, “o curso visa à formação de profissionais capacitados para atuar em pesquisas tecnológicas e acadêmicas, no setor industrial ou atividades relacionadas”.

Ainda conforme Leão, “o bacharel em Química com Atribuições Tecnológicas tem uma formação generalista, com domínio científico das técnicas básicas de utilização de laboratórios e equipamentos, com condições de atuar nos campos de atividades socioeconômicas que envolvam as transformações da matéria”.

Para Mariele Moraes, discente do 6º semestre em Química com Atribuições Tecnológicas, a escolha do curso foi aspirando uma melhor colocação no mercado de trabalho, que é escasso de profissionais qualificados nessa área. Além disso, segundo ela, o curso da Uesb possibilita uma formação ampla e de qualidade. “Estou muito otimista a respeito do ingresso no mercado de trabalho diante da qualificação que a Uesb oferece”, afirmou.