Brasão UESB/Governo da Bahia

Pós-Graduação promove qualificação em Saúde no Sudoeste do Estado

Pós-Graduação

Principal
Natural de Ipiaú, o enfermeiro Icaro Ribeiro, graduado no campus de Jequié, a pouco mais de 50 km da sua cidade natal, teve que se deslocar até a capital do Estado para realizar o seu Mestrado. Realidade comum na região Sudoeste da Bahia que vem sendo transformada pela Uesb. “A regionalização de programas de pós-graduação nos permite optar por nos qualificar mais perto das nossas residências e das nossas famílias tornando o processo menos árduo. Acredito que essa é uma necessidade antiga de descentralizar a formação de mestres e doutores dos grandes centros urbanos”, conta.

Para Ribeiro, o retorno para a região de origem foi possível com a implantação do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde (PPGES), no qual cursa atualmente o Doutorado, com previsão de conclusão no fim deste ano. Ele ressalta que “a formação interiorizada deve tentar manter os recursos formados nas próprias regiões contribuindo para o seu desenvolvimento” e que não foi somente a localização do Programa que pesou para sua escolha: “O corpo docente do PPGES é bem qualificado e apto a formar doutores de excelência para o exercício profissional em qualquer região do país”.

Com a grande demanda de profissionais da assistência à saúde na região, ampliou-se a busca pela formação voltada ao ensino e à pesquisa, com estudos mais aprofundados – características da pós-graduação stricto sensu. Foi com esse anseio que os docentes da área de Saúde do campus de Jequié se reuniram em torno do projeto que resultou no PPGES. A proposta para o Mestrado Acadêmico da área foi elaborada em 2008 e aprovada com conceito 3 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), levando à sua implantação no ano seguinte, com o primeiro processo seletivo. Durante a avaliação trienal de 2014, o Programa obteve conceito 4, o que permitiu a implantação do Doutorado.

A partir de então, as ambições de qualificação se desvincularam da necessidade de que os profissionais migrassem para outras regiões e estados. Segundo a atual coordenadora do PPGES, professora Adriana Nery, o Programa tem buscado essa consolidação como referência. “Os docentes e discentes não têm medido esforços no sentido de melhor qualificar suas publicações e internacionalizar os resultados de nossos estudos. Com essa ação coletiva esperamos alcançar o conceito 5 na próxima avaliação”, sinaliza a professora.

Ela pondera que, ao mesmo tempo em que as demandas regionais ganharam destaque, a atenção às carências nacionais têm contribuído para o desenvolvimento a nível local. A expansão científica e tecnológica surge como consequência de todo esse processo: “O Programa tem uma perspectiva interdisciplinar, teórico-epistemológica e de análise crítico-reflexiva, para o desenvolvimento de competência técnica e ética, capaz de produzir conhecimentos a guisa de assistência à saúde de forma contextual, sistêmica e multidimensional da população local e regional”.

Com quase uma década de atuação, o Programa formou 177 mestres e tem a previsão de certificar a primeira turma de doutores neste ano. Os egressos têm se destacado pela aprovação em concursos de docentes de diversas instituições do país, ou mesmo dando continuidade aos estudos com o ingresso em programas de Doutorado.

De toda forma, o reflexo dessa atuação é percebido com a boa aceitação das demais instituições acadêmicas e de saúde. É o que ilustra a egressa Gleicielle Andrade. “A importância do Programa para a região se dá tanto em relação à qualificação profissional, quanto pelas ações que esses profissionais vão desempenhar, o que acaba refletindo na sociedade. As próprias pesquisas realizadas durante o curso podem se traduzir em benefícios para a comunidade, conclui.

Matérias mais vistas

confira as matérias com mais cliques em nossa revista eletrônica

Especial 40 anos
Os primeiros passos de uma universidade
Especial 40 anos
A educação na região Sudoeste...
Especial 40 anos
Passado e presente se encontram em...
Especial 40 anos
40 anos desbravando os caminhos da...
Especial 40 anos
Uesb impulsiona crescimento...
Assistência Estudantil
Políticas afirmativas garantem...
Especial 40 anos
Onde são formados os professores da...
Especial 40 anos
Pesquisa e extensão a serviço da...
Especial 40 anos
40 fatos sobre a Uesb que você...
Especial 40 anos
Laboratórios qualificam a formação...
Especial 40 anos
Universidade oferece oportunidades de...
Especial 40 anos
Qual a cara da Uesb dos 40 anos?