Brasão UESB/Governo da Bahia

Vestibular 2018: histórias de quem não mede distância para alcançar o sonho

Graduação

DSC02340

Não é novidade que alguns cursos, como Medicina, Direito, Psicologia e Odontologia, costumam apresentar as maiores concorrências nos Vestibulares da Uesb. No processo seletivo de 2018, que deu início à aplicação das provas neste domingo, 4, nas cidades de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista, a história se repete. Um dos fatores que resultam nessa grande procura é o interesse de candidatos que vêm de longe e enxergam na Uesb mais uma oportunidade de se realizarem pessoal e profissionalmente.

Muitos candidatos que vêm de longe enxergam na Uesb mais uma oportunidade de se realizarem pessoal e profissionalmente.

Muitos quilômetros de distância e a possibilidade de ficar afastado dos pais e amigos não parecem obstáculos para jovens que partem de outras cidades da Bahia ou até de outros estados, como Pernambuco, Mato Grosso e Tocantins, em busca da realização profissional. É o que relata Álvaro Augusto Martins de Almeida, de 19 anos, que é natural de Matupá, no estado do Mato Grosso, e veio tentar uma vaga no curso de Medicina. O candidato busca a chance de ter uma formação que permita tornar-se um bom profissional. “O sonho da gente é o de poder ingressar na universidade para ter uma formação, uma educação melhor, para ingressar no mercado de trabalho”, afirmou.

Já para José Jeferson Paulo Couto, 17 anos, que veio da cidade de Cedro, Pernambuco, e optou pelo curso de Direito, a decisão de enfrentar tantas horas de viagem se deve, principalmente, a um motivo: nos últimos anos está mais difícil encontrar universidades que, além de selecionarem alunos pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu), ainda realizem o Vestibular. “A gente está sempre buscando essas opções e quando encontro, aproveito. Fiz umas pesquisas sobre a Uesb, gostei bastante e estou na expectativa de conseguir entrar”, contou o candidato.

Não pensar duas vezes e aproveitar todas as oportunidades. Esse também é o lema de Vanessa Soares Nunes, de 21 anos, que decidiu sair de Palmas, no estado do Tocantins, para participar do processo seletivo da Uesb. A jovem já costuma viajar pelo país em busca do seu desejo de cursar Medicina. “A Uesb tem uma referência boa em todo o Brasil. Eu estive pesquisando antes de me inscrever no Vestibular. E, para mim, não existem fronteiras, eu sempre irei correr atrás do meu sonho”, declarou a vestibulanda.

Têm aqueles que passarão pela dificuldade de se afastar das suas raízes, caso sejam aprovados no exame, mas também tem quem veja no processo seletivo a chance de voltar para seu estado natal. É o caso de Thiago Amaral, que é natural da cidade de Eunápolis, na Bahia, e atualmente mora em Petrolina, Pernambuco. Ele explicou o que esse exame simboliza na sua caminhada para se tornar médico: “acho que representa muita coisa, entrar numa universidade pública de Medicina é bem complicado, e eu tenho mais essas possibilidades além do Enem, com os vestibulares da Bahia”.

Independentemente das motivações individuais, os que esses vestibulandos têm em comum é o desejo de garantir um futuro profissional, vendo na distância física apenas mais uma parte natural do processo. Se você deseja conhecer mais histórias dos vestibulandos e acompanhar as novidades do Vestibular 2018, continue acessando a nossa Revista Eletrônica e siga a Uesb no Instagram, Twitter e Facebook.

Matérias mais vistas

confira as matérias com mais cliques em nossa revista eletrônica

Especial 40 anos
Os primeiros passos de uma universidade
Especial 40 anos
A educação na região Sudoeste...
Especial 40 anos
Passado e presente se encontram em...
Especial 40 anos
40 anos desbravando os caminhos da...
Especial 40 anos
Uesb impulsiona crescimento...
Assistência Estudantil
Políticas afirmativas garantem...
Especial 40 anos
Onde são formados os professores da...
Especial 40 anos
Pesquisa e extensão a serviço da...
Especial 40 anos
40 fatos sobre a Uesb que você...
Especial 40 anos
Laboratórios qualificam a formação...
Especial 40 anos
Universidade oferece oportunidades de...
Especial 40 anos
Qual a cara da Uesb dos 40 anos?