UESB - Campus de Vitória da Conquista - 21 de outubro de 2018

Uesb
Governo da Bahia

Histórico: IPCA

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido mensalmente pelo Programa de Indicadores Econômicos da UESB, foi criado com o objetivo de oferecer a variação dos preços dos produtos, bens e serviços para o público final. Esse índice constitui-se na medida-síntese do movimento de preços de um conjunto de mercadorias/serviços, chamada “cesta de mercadorias e serviços”, representativo de um determinado grupo populacional, em determinado período de tempo.
O IPCA é considerado o índice oficial de inflação do país. O período de coleta de preços para compor esse índice, vai do dia 1º ao dia 30 ou 31, dependendo do mês. A pesquisa é realizada em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços para obtenção de preços efetivamente cobrados ao consumidor, para pagamento à vista.
O cálculo do IPCA é realizado com base nas despesas de consumo obtidas através da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) realizada no biênio (2008/2009) pelo IBGE. Com as informações do levantamento foram construídas as estruturas de ponderação que expressam, em termos percentuais, a importância monetária dos bens e serviços componentes da amostra do indicador econômico.
Na Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) realizada no biênio (2008/2009) são considerados nove grupos de produtos e serviços: alimentação e bebidas; artigos de residência; comunicação; despesas pessoais; educação; habitação; saúde e cuidados pessoais; transportes e vestuário. A estrutura de classificação dos produtos, bens e serviços que integram a amostra do IPCA de Vitória da Conquista é organizada segundo estes nove grupos ou classes de despesa e identificadas por códigos em grupamentos agregados segundo os seguintes níveis hierárquicos: subgrupos, itens e subitens, classes, tipos e subtipos. Ao todo, são consideradas as variações de preços em torno dessas classes hierárquicas preferencialmente analíticas.
O índice nacional reflete o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza e Belém, Distrito Federal, Goiânia e, no caso do índice calculado pela UESB, do município de Vitória da Conquista, Bahia.
A produção mensal desses índices de preços em nível nacional, a partir da agregação de resultados regionais, tem a finalidade de fornecer subsídios à execução e avaliação da política econômica do governo associando a sua importância à renda familiar. É utilizado pelo Banco Central como medidor oficial da inflação do país. Nesse próposito, o governo usa o IPCA como referência para verificar se a meta estabelecida para a inflação está sendo cumprida.
O programa de Indicadores Econômicos em Vitória da Conquista produz mensalmente este índice, em nível municipal, para que a população conquistense possa utilizá-lo como parâmetro de avaliação de ganhos, perdas e necessidades futuras de aumento de rendimento para manter seu padrão de vida.