ACESSO À INFORMAÇÃO


Transparência de dados da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

CONVÊNIOS



775463/2012

Federal

Em execução

Equipar o Laboratório de Qualidade do Leite da Bahia, que integra o Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros da Bahia, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, no Campus “Juvino Oliveira”, Itapetinga-BA por meio da aquisição de equipamentos automatizados. Destaca-se que sem este laboratório, o sistema agroindustrial do leite na Bahia (agricultores familiares e laticínios ligados a estes, pequenos produtores, pequenos, médios e grandes laticínios) ficará sem poder realizar o diagnóstico da qualidade do leite, não atendendo a legislação e, o mais importante, continuará a ter prejuízos, distribuídos entre os agricultores, indústrias e consumidores. Destaca-se ainda, que o aumento da produção deve passar necessariamente pela melhoria da qualidade do leite (aspecto sanitário) e que esta atenderá de maneira mais eficiente o mercado institucional (merenda escolar, Programa de Aquisição de alimentos - PAA Leite - do Ministério do Desenvolvimento Social, entre outros), em consonância com o Plano Estadual da Pecuária Leiteira, tornado as parcerias com a SEDES, CONAB e prefeituras consolidadas. Do ponto de vista logístico, a localização da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia é estratégica, pois está no centro do maior número de laticínios sob inspeção sanitária estadual e federal (como discutido anteriormente); próxima às maiores bacias leiteira do Estado; conta com três programas da Pós-graduação, relacionados à produção animal (Doutorado e Mestrado em Zootecnia, Mestrado e Engenharia de Alimentos e Mestrado em Engenharia Ambiental) e de cursos de graduação com Zootecnia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental, Química, entre outros. A implantação do Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros da Bahia e, consequentemente, do Laboratório de Qualidade do Leite – UESB, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Campus de Itapetinga, terá como atribuições: a) realizar as análises laboratoriais para verificação da qualidade do leite cru captado em propriedades rurais e em laticínios da Bahia, atendendo a todos os Territórios de Identidade e também estados vizinhos; b) dar suporte técnico aos produtores (agricultores familiares e laticinistas) na gestão e interpretação dos resultados, com geração de relatórios sobre os resultados das análises de conjunto ou individuais, com conformidades e impactos. Com os relatórios gerados os fornecedores e laticinistas receberão, por parte da equipe técnica da UESB, instruções de melhorias na produção de leite, buscando aumento na eficiência do sistema de produção respectivo; c) treinamento de pessoal de órgãos governamentais estaduais, municipais e federais, bem como extensionistas da rede que presta serviços de ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) à agricultura familiar, para produção de leite com qualidade; d) capacitar produtores rurais e colaboradores, enfatizando a agricultura familiar; e) desenvolver estudos, diagnósticos e pesquisas, em colaboração com sociedades técnico-científicas sem fins lucrativos e com centros de pesquisa e desenvolvimento que reúnam competência e capacitação técnica em áreas críticas de interesse; f) outro importante fator a ser considerado é a integração das universidades e escolas técnicas e/ou tecnológicas baianas, visto que pretende-se desenvolver ações de integração entre estas, buscando formar profissionais que atuem nas diversas áreas das ciências agrárias, na área de leite e derivados. A gestão de resultados obtidos com as análises das amostras de leite servirá para o planejamento das ações a serem desenvolvidas pela equipe técnica. Assim, serão desenvolvidas ações diretamente nas propriedades rurais ou em cursos de extensão e capacitação de recursos humanos, nas áreas de higiene de ordenha, higiene pessoal, saúde da glândula mamária e boas práticas agropecuárias, que servirão para melhorar efetivamente os sistemas de produção, acarretando, consequentemente, aumento da eficiência de produção. Assim, os pequenos produtores terão uma ferramenta para melhorarem não só economicamente, mas também sua qualidade de vida. Neste sentido, a condução deste projeto pretende implementar políticas públicas que visem o desenvolvimento sustentável de todos os Territórios de Identidade da Bahia e que promovam a inclusão social e geração de renda desde pequenos produtores de leite de base familiar a sistemas tradicionais de produção, bem como o desenvolvimento de indústrias laticinistas, por meio da verificação da qualidade do leite. De posse destas informações, será desenvolvido um suporte técnico que atenda aos produtores em especial os pequemos produtores rurais, levando à melhoria de seus produtos, que


Ministério do Desenvolvimento Agrário

AUTARQUIA UNIVERSIDADE DO SUDOESTE


R$ 1.453.086,20

R$ 0,00

18/01/2013

31/12/2012

31/12/2018

R$ 94.700,00

00/00/0000

R$ 0,00



CONTATO

Campus de Itapetinga
Praça da Primavera, 40 - CEP 45.700-000
B. Primavera

itapetinga@uesb.edu.br
PABX.: (77) 3261 - 8600
Campus de Jequié
Rua José M. Sobrinho, s/n - CEP 45.200 - 000
B. Jequiezinho

jequie@uesb.edu.br
PABX.: (73) 3528 - 9600
Campus de Vitória da Conquista
Estrada do Bem Querer, km 4 - CEP.: 45031 - 900
B. Universitário

conquista@uesb.edu.br
PABX.: (77) 3424 - 8600
SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS: