Diminuir Fonte Aumentar Fonte Alto Contraste

Campus de Vitória da Conquista, 20 de setembro de 2020

UESB Governo do Estado da Bahia

DISCIPLINA OBRIGATÓRIA: Pesquisa em Educação (PPGED 003)

Professores: A combinar

Carga horária: 60 horas (4c)

Ementa: Matrizes epistemológicas e tendências contemporâneas da pesquisa em Ciências Humanas e Educação.

Bibliografia:

ABRAHÃOO, Maria Helena Menna Barreto. Memória, narrativas e pesquisa autobiográfica. História da Educação, ASPHE/FaE/UFPel, Pelotas, n. 14, p. 79-95, set, 2003.

AMADO, João. Manual de Investigação Qualitativa em Educação. Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017.

ANDRÉ, Marli. Etnografia da prática escolar. 12. ed. Campinas: Papirus, 1995. (somente capítulos 3 e 4, p.35-64).

CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro Crusoé. A Teoria das representações sociais de Serge Moscovici e sua importância para a pesquisa em educação. Aprender: Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação,2 (2).

CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro Crusoé. Fenomenologia sociológica de Alfred Schutz : contribuição para a investigação qualitativa em educação. Ver. Tempos e Espaços em Educação, v.13, n.32, jan./dez., 2020.

BARBIER, R. A Pesquisa-ação. Tradução de Lucie Didio. Brasília: Plano, 2002.

BERGER, Peter L. Berger; Luckman, Thomas. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. Petrópolis: Vozes,1985.

BLEICHER, J. Hermenêutica contemporânea. Lisboa: edições 70.1980

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em Educação. Uma introdução à teoria de métodos. Tradução de Maria João Alvarez, Sara Santos e Telma M. Baptista. Portugal: Porto Editora, 1994. (Coleção Ciências da Educação. V. 12.).

BOTTOMORE, Tom. Dicionário do Pensamento Marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

COHN, GABRIEL. Weber. São Paulo. Editora Atica. 1997.

COMTE. Curso de Filosofia Positiva. Coleção Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1983

DESCARTES, R. Oeuvres Complètes. Paris:Vrin, 1996.( consultar, em especial, o “Discurso do Método” e “Meditações Metafísicas”, há uma boa tradução na Coleção Os Pensadores)

DESGAGNÉ, Serge. O conceito de pesquisa colaborativa: a ideia de uma aproximação entre pesquisadores universitários e professores práticos. Educação em Questão. Natal, v. 29, n. 15, p. 7-35, maio/ago. 2007.

DILTHEY, W. La esencia da la filosofia. Buenos Aires: Editorial Losada, 1944.

DILTHEY, W. A construção do mundo histórico nas ciências humanas. São Paulo: Editora UNESP, 2010

DILTHEY, W. Introduction to the Human Sciences. Edited by R. A. Makkreel & F. Rodi; trad. Michael Neville. New Jersey: Princeton University Press, 1989.

Durkheim, Emile. As regras do método sociológico. 14.ed. São Paulo: Editora Nacional, 1990.

FERREIRA Jr, A. A influência do marxismo na pesquisa em educação brasileira Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº 49, p.35-44, mar 2013

FOLSCHEID, D.; WUNENBURGER, J-J. Metodologia Filosófica. Trad. de Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

FREUND, Julian. Sociologia de Max Weber. Rio de Janeiro. Forense universitária. 1975.

GADAMER, H-G.  Hermenêutica em retrospectiva. Tradução marco Antônio  Casanova. Petrópolis: Vozes., 2012

GADAMER, H-G. Truth and method. New York. Ed. Contnuum, 1988

GEERTZ, Clifford.  A interpretação das culturas, Rio de Janeiro: Ed. Guanabara, 1989.

GIDDENS, A. Política, sociologia, e teoria social:encontros com o pensamento social clássico e contemporâneo. São Paulo. Editora Unesp. 1997.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. 20. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

GONZÁLEZ REY, Fernando. Epistemología cualitativa y subjetividad. São Paulo: EDUC, 1997.

HEIDEGGER, M. Ser e Tempo. Parte I e Parte II. Tradução e notas: Márcia de Sá Cavalcante. Petrópolis: Vozes, 1995

HESSEN, J. Teoria do conhecimento. Trad. de Antônio Correia. Coimbra: Armênio Armado Editora , 1987.

HUME, D. An Enquiry Concerning Human Understandin. Chicago: William Benton, 1952. (consultar o “Investigação sobre o Entendimento Humano” há uma boa tradução na Coleção Os Pensadores)

KANT, I. “Kritik der reinen Vernunft” In: Werkausgabe (Band III e IV). Frankfurt: Suhrkamp, 1991. (“Crítica da Razão Pura” (Primeiro e Segundo prefácios), consultar a tradução portuguesa da Editora Fundação Calouste Gulbenkian)

KANT, I. “Prolegomena zu einer jeden künftigen Metaphysik, die als Wissenschaft wird auftreten können.” In: Werkausgabe (Band V). Frankfurt: Suhrkamp, 1991. (“Prolegômenos a toda a metafísica futura que venha a ser considerada como ciência”, consultar a tradução portuguesa das Edições 70)

LEIBNIZ, G.W. Nouveaux  Essais sur l’Entendement Humain. Paris: Garnier-Flammarion, 1966. (“Novos Ensaios sobre o Entendimento Humano” há uma boa tradução na Coleção Os Pensadores)

LEVI-STRAUSS, Claude. Antropologia estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

LOCKE, J. Works. Darmstadt: Scientia Verlag, 1963. (consulta “Ensaio acerca do Entendimento Humano”, há uma boa tradução na Coleção Os Pensadores)

MACEDO, R. S. Etnopesquisa crítica, etnopesquisa formação. Brasília: Liber Livro Editora, 2006.

MARX, K. e ENGELS, F. Textos sobre Educação e Ensino.  Campinas, SP: Navegando, 201

MARX, K. O Capital – O processo de produção do capital (livro primeiro). SP: Nova Cultural, 1996.

MARX, K. Para a crítica da economia política. São Paulo: Nova Cultural, 1996

MARX, Karl. Introdução a critica da economia politica. In: _____. Os pensadores. São Paulo: Abril, 1974.

MENEZES. E. Observações introdutórias ao nexo entre método e conhecimento em Descartes. In: Nilma Margarida de Castro Crusoé; João Amado. (Org.). Referenciais Teóricos e Metodológicos de Investigação em Ciências Sociais. 1ed.Vitória d a Conqui sta: Edições da UESB, 2017, v. 1, p. 21-39.

MUSSI, Ricardo Franklin de Freitas; MUSSI, Leila Maria Prates Teixeira; ASSUNÇÃO, Emerson Tadeu Cotrim Assunção; NUNES, Claudio Pinto. Pesquisa quantitativa e/ou qualitativa: distanciamentos, aproximações e possibilidades. Sustinere, v. 7, n. 2, 2019, p. 414-430. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/sustinere/article/view/41193. Acessado em 28/02/2020.

NUNES, Claudio Pinto. Ciências da educação e prática pedagógica: sentidos atribuídos por estudantes trabalhadores. Ijuí: Unijuí, 2011.

NUNES, Claudio Pinto. Conversas interativo-provocativas como opção teórico-metodológica nas ciências humanas e na educação. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 16, n. 37. Edição Especial, 2020, p. 408-439.Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/6207 . Acessado em 22/02/2020.

PAULA, J. A. “A Atualidade do Pensamento Econômico de Marx: Capital, Dinheiro, Valores e Preços”. In: Revista da ANPEC, n° 3, 1997.

PAULA, J. A. “A produção do conhecimento em Marx”. In: Cadernos ABESS, n° 5, SP: Cortez, 1992.

PAULO NETO, J. & BRAZ, M. Economia Política: uma introdução crítica. São Paulo: Cortez, 2008.

PAULO NETO, J. Breve nota à interlocução entre pensadores da educação e Marx. 37ª Reunião Nacional da ANPEd – 04 a 08 de outubro de 2015, UFSC – Florianópolis

RAMOS, J. F. P. Teoria crítica e pensamento marxista na pesquisa em Educação. Crítica e Sociedade: revista de cultura política. v.3,n.1, agosto 2013.

SCHMIDT, L. Hermenêutica. Petrópolis: Vozes, 2014

SCHUTZ, Alfred. Sobre fenomenologia e relações sociais. Tradução de Raquel Weiss, Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

TEIXEIRA, A. Marx e a economia política: a crítica como conceito. In: REVISTA ECONÔMICA.  Niterói: Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal Fluminense, v. II, n. 4, dez. 2000.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005.

VATTIMO. G. O fim da modernidade: Niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

WEBER, M.  Metodologia das ciências sociais: parte I. editora. Campinas. 2001.

WEBER, M.  Metodologia das ciências sociais: parte II. editora. Campinas. 2001.

 

 

 

BUSCA

Parceiros

Contato Rápido

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd)
Estrada do Bem Querer, KM 04
Vitória da Conquista –  Bahia
CEP: 45083-900
Fone: (77) 3424-8749
E-mail: ppged@uesb.edu.br