Diminuir Fonte Aumentar Fonte Alto Contraste

Campus de Vitória da Conquista, 27 de setembro de 2020

UESB Governo do Estado da Bahia

Resumos dos projetos de pesquisa

LINHA 1

Prof. Dr. Adenilson Souza Cunha Júnior

Nome do Projeto de Pesquisa: Tendências e Tensões no campo da Formação de Professores para a Educação de Pessoas Jovens e Adultas na América Latina: Intercorrências entre o Currículo e as Políticas Públicas

Descrição do projeto: A necessidade de se aprofundar o conhecimento sobre a complexa e multifacetada realidade da Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EPJA) tem sido objeto de inúmeras pesquisas que procuram apontar as principais transformações e tendências que essa modalidade de ensino vem apresentando nas últimas décadas nos países da região latino-americana. Apesar da histórica trajetória em busca de reconhecimento e legitimação, a EPJA enquanto modalidade de oferta educativa continua, de acordo com o protagonismo que possua dentro dos sistemas de ensino, por um lado ocupando um lugar reservado ? secundário, excluído, marginalizado, seja pela limitação do acesso à escola, seja pela inadequação das propostas ou pela ausência de políticas públicas de financiamento e formação de professores ou, por outro, assumindo importante destaque e reconhecimento no conjunto de fatores que a colocam como fundamental para transformação econômica, política e cultural de indivíduos, comunidades e sociedades. Essa pesquisa procura se inserir no conjunto de ações preconizadas nas agendas das agências internacionais para a América Latina no sentido de tentar promover o equacionamento e reconhecimento de tal modalidade de ensino. Para tanto, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo central analisar as propostas curriculares de formação inicial de professores que atuam no primeiro segmento (Brasil) e no primeiro nível regular e flexível (Chile) na modalidade de ensino EPJA através da análise dos programas das disciplinas que compõe a formação dos professores que atuam na modalidade Educação de Pessoas Jovens e Adultas. Para o desenvolvimento da pesquisa utiliza-se como opção metodológica os estudos comparados em educação, considerando ser um importante instrumento analítico para compreender e explicar o funcionamento da educação e sua relação com o contexto social mais amplo. Dessa perspectiva, procuraremos explorar a relação entre o contexto nacional e o internacional, comparando e analisando-os. Entende-se que a relevância do estudo comparativo consiste nas possibilidades que ele oferece para apreender a relação dialética entre os níveis global e local, para apreender as particularidades e o modo de articulação das tendências globais e para distinguir o que é próprio/específico de um sistema e o que manifesta a tendência universal.

Profª Drª Arlete Ramos dos Santos

Nome do Projeto de Pesquisa: A Aplicabilidade das Diretrizes Curriculares para Educação Étnico Raciais nas Escolas Quilombola de Ensino Fundamental Inicial no Meio Rural da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista – Bahia

Descrição do projeto: A Aplicabilidade das Diretrizes Curriculares para Educação Étnico Raciais nas Escolas Quilombola de Ensino Fundamental Inicial, no meio Rural da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista- Bahia, se constitui como proposta de investigação científica visando analisar a implementação dessa política pública educacional voltada para Educação Quilombola, no Ensino Fundamental, do referido munícipio. O método de pesquisa escolhido para direcionar a pesquisa se baseia na concepção teórica do materialismo histórico dialético, numa abordagem qualitativa voltada para a Pesquisa Ação. A relevância social é observada pela natureza do tema que a partir dos seus resultados poderá intervir positivamente na educação municipal através de adequações legais nas politicas públicas educacionais do município supracitado. Como produto será articulado junto aos movimentos sociais e sociedade civil organizada e poder público a criação de um Fórum Municipal de Educação Quilombola.

Nome do Projeto de Pesquisa:  As Políticas Educacionais do PAR Em Municípios da Bahia

Descrição do projeto: A pesquisa intitulada Políticas públicas educacionais do PAR em municípios da Bahia? , propõe analisar, com base nos dados coletados junto às escolas municipais, ao gabinete das Secretarias Municipais de Educação, às Assessorias e às coordenações administrativa e pedagógica, o impacto das políticas educacionais do PAR implementadas nas escolas do campo, no recorte temporal de 2010-2015, nos municípios de: Ilhéus,Itabuna e Vitoria da Conquista. Para que tal objetivo seja alcançado será necessário: – Identificar as políticas públicas implementadas nas escolas do campo nos respectivos municípios junto Secretarias Municipais de Educação; Fazer uma avaliação junto às escolas municipais dos resultados obtidos com as políticas educacionais implementadas. Sujeitos da pesquisa: Nas secretarias municipais de educação serão:o/a secretário/a de educação,assessores e o/a coordenador/a pedagógico/a da Educação do Campo no município pesquisado. No que se refere às escolas, serão escolhidas para realização da pesquisa, sujeitos de 5 (cinco) escolas do campo em cada município, sendo professores ou gestores de escolas municipais do campo, tendo como critério de escolha as maiores escolas, e que tiverem maior número de programas sendo implementados. No espaço escolar serão entrevistados os seguintes sujeitos: O diretor ou coordenador pedagógico e um professor do ensino fundamental que tiver aluno sendo beneficiado por algum programa implementado na escola. Metodologia Proposta: A metodologia utilizada será de caráter qualitativo. Inicialmente, será feita uma revisão bibliográfica e documental das políticas públicas que estão sendo implementadas nos municípios,observando quais os objetivos, os pressupostos teóricos que as fundamentam, e como estão estruturadas nas instâncias Federal, Estadual e Municipal.

Financiador(es): Universidade Estadual de Santa Cruz – Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB).

Nome do Projeto de Pesquisa:  Política de Formação Continuada do Professor da Educação de Jovens e Adultos do Campo em Itabuna – BA

Descrição do projeto: A presente pesquisa aborda a formação continuada de professores da EJA no contexto do campo. A investigação tomará como eixos norteadores dois pontos: análise e descrição da política pública de formação continuada de professores da EJA do/no Campo e os reflexos no trabalho docente, buscando perceber se atendem as especificidades dos educandos, e quais os dilemas éticos da profissão. Nesse contexto, a presente pesquisa investigará a práxis dos educadores, com estudo de caso e instrumentos de pesquisa, a saber: bibliográficos, questionário semiestruturado aberto e entrevista com professor, analisando as práticas pedagógicas, atrelando relação teoria e práticas na formação continuada do professor. Tal pesquisa contribuirá, com os estudos na área de educação de jovens e adultos na educação do campo na medida em que direcionará um olhar específico e analítico para a realidade do público alvo contextualizado neste perfil de educação.

 Profª Drª Berta Leni Costa Cardoso

Nome do Projeto de Pesquisa: Indicadores de saúde e qualidade de vida de acadêmicos e docentes: estudo comparativo entre gêneros

Descrição do projeto: Este estudo tem como objetivo analisar indicadores de saúde, qualidade de vida e formação de discentes, docentes e profissionais da educação. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com abordagens quantitativa e qualitativa. Os sujeitos da pesquisa serão os discentes universitários, docentes e profissionais da educação de instituições públicas e privadas do sudoeste da Bahia. Os instrumentos utilizados no campo de estudo serão questionários e entrevistas semi-estruturadas. A aplicabilidade se dará após consentimento dos pesquisados que aceitarem participar deste estudo, garantindo-lhes o sigilo de sua identidade. A análise dos dados qualitativos será feita pelo conteúdo e dos dados quantitativos através da estatística descritiva e inferencial por meio dos softwares SPSS e Iramuteq. Este estudo poderá contribuir para ampliar o conhecimento a respeito do estilo de vida, da qualidade de vida, nível da prática de atividade física, barreiras para essa prática, formação e trabalho dos pesquisados, níveis de ansiedade, depressão e estresse, constituindo-se em ferramenta para o desenvolvimento de ações de conscientização na prevenção de riscos, promoção da saúde, discussão e esclarecimentos em relação aos comportamentos preventivos.

Palavras Chave: Qualidade de vida. Formação. Docente. Discente. Saúde. Profissionais da educação.

Prof. Dr. Cláudio Pinto Nunes

Nome do Projeto de Pesquisa: Formação e trabalho dos profissionais da educação em diferentes níveis e contextos de atuação do sudoeste da Bahia

Descrição do projeto: Este projeto tem como problemática central a formação e o trabalho dos profissionais da educação em diferentes níveis e contextos de atuação no sudoeste da Bahia, como: a) educação infantil; b) anos iniciais do ensino fundamental; c) anos finais do ensino fundamental; d) ensino médio; e) educação de jovens e adultos; f) educação profissional; g) institutos federais de educação; h graduação; e i) pós-graduação.

 Profª Drª Ênnia Débora Passos Braga Pires

Nome do Projeto de Pesquisa Gestão democrática e gerencialismo: implicações sobre o trabalho do coordenador pedagógico

 

Descrição: Este projeto se insere no campo gestão e da política educacional colocando em relevo os modelos de gestão e seus reflexos no cotidiano de profissionais da educação e na condução de políticas educacionais. O interesse pelo tema vem da necessidade analisar como as transformações resultantes da reforma educacional do Brasil dos anos de 1990 têm delineado novos modelos de gestão educacional e os efeitos de sua implantação na escola no desenvolvimento do trabalho dos profissionais da educação e na perspectiva gerencialista nas políticas educacionais. De forma específica, esta pesquisa tem como escopo analisar as implicações da gestão democrática e do gerencialismo no trabalho do coordenador pedagógico partindo da compreensão dos limites e das possibilidades existentes entre as proposições. A investigação terá como campo de estudo será realizado na rede pública de ensino de um município da região sudoeste da Bahia.

Profª Drª Iracema Oliveira Lima

Nome do Projeto de Pesquisa: Ensino de História: dilemas e práticas pedagógicas dos professores (as) de História, em centros estaduais do Sudoeste da Bahia, de Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio

Descrição do projeto: O Projeto de Pesquisa_Ensino de História: dilemas e práticas pedagógicas dos professores (as) de História, em centros estaduais do Sudoeste da Bahia, de Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio situa-se no campo teórico sobre a natureza do conhecimento histórico tendo como objetivo investigar quais os sentidos que os indivíduos atribuem a História seja ela ensinada ou vivida. Um dos objetivos do projeto é perceber quais ideias sobre a história apresentam professores que atuam na Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio nas escolas estaduais do Sudoeste da Bahia. Analisaremos se a formação inicial e continuada de professores de História tem dialogado entre os saberes da ciência de referência e os saberes pertinentes à prática profissional representados pelos suportes materiais e imateriais no ambiente escolar, como o currículo, o livro didático, a pesquisa produzida sobre ensino de história e o saber do professor.

 Profª Drª Leila Pio Mororó

Nome do Projeto de Pesquisa: O Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica: o PARFOR na Bahia

Descrição do projeto: Esta investigação propõe avaliar o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica PARFOR na Bahia, identificando o seu efeito sobre as demandas (sociais e pedagógicas) de formação dos profissionais de ensino das redes públicas do estado. Para Tanto, analisaremos a proposta da Política Estadual de Formação e o seu processo de construção pelo Fórum Estadual de Formação de Professores da Bahia; procuramos conhecer a prática do regime de colaboração entre os municípios e o estado; analisaremos os índices de evasão por curso/universidade; levantaremos as propostas de formação de professores de cada universidade envolvida e sua relação com as instâncias de organização administrativas das IES; identificaremos os critérios de definição e as formas de seleção e de trabalho dos docentes do ensino superior envolvidos.

Profª Drª Tatyanne Gomes Marques

Nome do Projeto de Pesquisa: “PRETO TAMBÉM QUER SER BOLSISTA”: Análise sobre os lugares e os não-lugares de estudantes negros/as na Universidade do Estado da Bahia

Descrição do projeto: Esta pesquisa se propõe a analisar os lugares e não-lugares de estudantes negros/as na graduação na Universidade do Estado da Bahia a partir da distribuição de bolsas de ensino, extensão e pesquisa (Iniciação Científica). Esse objetivo decorre das indagações provocadas a partir de discursos de reivindicação dos/as estudantes do Departamento de Educação ? DEDC XII da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), questionando os lugares ocupados pelos/as pretos/as na instituição. Dentre as muitas intervenções, chamou a atenção o discurso explícito ?Preto também quer ser bolsista?. Assim, este estudo buscar analisar: Como acontece a distribuição de bolsas de ensino, extensão e pesquisa (Iniciação Científica), considerando o recorte racial da política de cotas instituída pela Universidade do Estado da Bahia? Qual o perfil de estudantes bolsistas na Uneb? Onde estão os/as negros/as? Estudantes negros/as são bolsistas? Que lugares e não-lugares ocupam na universidade? Para responder a tais questões, será feita uma pesquisa de campo na Uneb, especificamente, nos campi XII e VI. Serão procedimentos de pesquisa: a análise documental (resoluções; regulamentações; editais de bolsas de ensino, extensão e Iniciação Científica; publicações nas páginas da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas; documentos das conferências de cotas, etc) para identificar o discurso e os critérios da Universidade do Estado da Bahia na distribuição de bolsas de ensino, extensão e pesquisa (Iniciação Científica), considerando o recorte racial da política de cotas; levantamento de dados institucionais para identificar os projetos de ensino, extensão e pesquisa com monitoria nos semestres 2019.2, 2020.1 e 2020.2; e questionário para descrever o perfil dos/as bolsistas. Espera-se que esta pesquisa possa colaborar com o campo de estudos sobre as estratificações educacionais, especificamente ao se considerarem os critérios raciais, adensando, assim, de modo geral, os esforços realizados para problematizar as trajetórias escolares e, de modo particular, os esforços da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) em se tornar uma universidade cada vez mais inclusiva.

» LINHA 02

Profª Drª Cecília Conceição Moreira Soares

Nome do Projeto de Pesquisa: Gênero, raça e trajetórias afetivo-sexuais entre mulheres negras lideranças de classes populares em Salvador-Bahia

Descrição do projeto: Objetivo do projeto é investigar as trajetórias afetivo-sexuais de mulheres negras lideranças de dois bairros populares em Salvador-Bahia.

Nome do Projeto de Pesquisa: A prática educativa como prática social e cultural

Descrição do projeto: A prática educativa como prática social e cultural é, também, uma prática de significação e ocorre em espaço formal e não formal de educação. Assumimos como referência para pensar a prática educativa como prática social leituras weberianas e eliasianas, concebendo-a como campo de significação. Apoiamo-nos, também, na antropologia Geertziana para pensar as diferentes culturas educacionais, em espaços formais e não formais, no quadro de suas próprias estruturas. O interesse em estudar o tema é fruto de experiência como pesquisadora da prática educativa e observar que aspectos sociais e culturais trabalhados na escola, são atravessados por crenças e valores, por parte dos sujeitos que atuam na escola, oriundas de espaços educativos não formais. Dessa forma, optamos por pesquisar a dimensão simbólica das práticas educacionais para entender quais valores e crenças atravessam a ação educativa social e cultural, praticada na escola e outros espaços educativos. No processo metodológico da pesquisa, realizaremos as seguintes etapas: a) levantamento e análise bibliográfica; b) entrevista compreensiva com sujeitos sociais, do campo empírico. Utilizaremos a Análise de conteúdo para analisar as entrevistas. Espera-se que os resultados da pesquisa possam oferecer subsídios para a compreensão da relação entre cultura, sociedade e educação, de forma a atender às necessidades de uma prática educativa voltada para o respeito e valorização humana.

Nome do Projeto de Pesquisa: Mulher negra no mundo do trabalho: a questão da autestima e identidade étnico-racial na formação profissionalizante

Descrição do projeto: O presente projeto de pesquisa pretende analisar as propostas pedagógicas e metodológicas para uma educação profissionalizante de jovens e adultos negros, particularmente os do gênero feminino, em Salvador-Ba. O lócus de pesquisa selecionado é o CEEP em Logística e Transporte Luiz, e a escolha do mesmo se baseia na percepção de que a área de formação ofertada por este centro é vista como potencializadora para inserção no mundo do trabalho.

Profª Drª Dinalva de Jesus Santana Macêdo

Nome do Projeto de Pesquisa: Currículo, diversidade, relações étnico-raciais-raciais e quilombolas no contexto da Educação Básica e do Ensino Superior

Descrição do projeto: Este projeto tem como problemática central desenvolver estudos e pesquisas acerca dos currículos e de práticas educativas, com foco nas questões da diversidade, interculturalidade, diferenças, relações étnico-raciais e quilombolas e formação docente, tanto no âmbito da Educação Básica e do Ensino Superior. Todavia, é preciso extrapolar os espaços formais, tendo em vista estabelecer diálogos com outros sujeitos socioculturais, a exemplo dos quilombolas, para que possamos ir além dos conhecimentos científicos, considerados como válidos, ou seja, nos dizeres de Boaventura de Sousa Santos, transgredir o pensamento abissal, que não dá conta de compreender a diversidade e a complexidade dos conhecimentos e saberes. Assim sendo, a ecologia de saberes é uma riqueza para a descolonização da ciência, da educação e da formação docente.

Nome do Projeto de Pesquisa: Currículo e diversidade étnico-cultural nas escolas do Município de Guanambi- BA: o trato pedagógico com as questões raciais e quilombolas

Descrição do projeto: A pesquisa objetiva analisar como a história e cultura afro-brasileira, indígena e as questões quilombolas são tratadas em quatro escolas localizadas em Mutans, distrito de Guanambi/BA. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, com viés etnográfico, que tem como interlocutores: professores, alunos, diretoras das escolas, pais e lideranças quilombolas. A pesquisa de campo recorrer-se-á de entrevistas semiestruturadas, grupos focais, observações, diário de campo e análise de documentos, na perspectiva da técnica de análise de conteúdo temática. Portanto, esta pesquisa visa revelar como essas questões se manifestam nas práticas curriculares das escolas, bem como contribuir para o processo de formação inicial e continuada de professores, coordenadores pedagógicos e gestores.

Profª Drª Edmacy Quirina de Souza

Nome do Projeto de Pesquisa:  Relações étnico-raciais na educação infantil: “Eu não sou preto, sou branco escuro”

Descrição do projeto: O presente projeto objetiva analisar como os contextos da educação infantil e familiar contribuem para a afirmação identitária da criança negra e qual a relação das crianças negras e brancas com suas/seus professoras/es, pais e mães.

Profª Drª Glaurea Nádia Borges de Oliveira

Nome do Projeto de Pesquisa: (Re)Composições ético-políticas de um dispositivo curricular
no território da formação em Educação Física

Descrição do projeto: Este projeto de pesquisa toma como objeto de investigação o currículo de um curso de formação em Educação Física de uma universidade pública do estado da Bahia e, ao mirá-lo, delineia uma empreita analítica municiada pelo conceito foucaultiano de dispositivo. Seu objetivo é mapear traços do fluxo corrente desse dispositivo curricular, buscando compreender de que modo ele (re)compõe suas linhas de visibilidade, enunciação, força, subjetivação e ruptura, tendo em vista o seu caráter de acontecimento político-discursivo no território formativo da Educação Física. Articulando-se o conceito de dispositivo a uma atitude de feitio cartográfico,
forja-se uma investida teórico-metodológica de inspiração pós-estruturalista, por meio da qual se busca urdir um diagrama das condições de funcionamento do dispositivo curricular, o que implica esboçar os atravessamentos de enunciados e práticas condutoras de condutas que nele se produzem. Tal investida efetua-se sobre um corpus empírico constituído por diferentes substratos: documentos curriculares; textos legais e institucionais; produções acadêmicocientíficas; narrativas de professores e alunos do curso.

Profª Drª Nilma Margarida de Castro Crusoé

Nome do Projeto de Pesquisa:  A prática educativa como prática social e cultural

Descrição do projeto: O projeto de pesquisa “A prática educativa como prática social e cultural” integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Curriculares e Educativas(GEPPCE), cadastrado no CNPq, e a linha de Pesquisa “Currículo, Práticas Educativas e Diferença”, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd). Seu o objetivo é analisar a prática educativa como prática social e cultural, em espaços formais e não-formais de educação. O interesse em estudar a prática educativa nasce na formação no mestrado (2003) e doutorado (2010), em que desenvolvi pesquisas sobre a prática pedagógica, no campo das representações e do sentido, portanto, no campo das significações e, na atuação profissional, como professora de estágio supervisionado, em que observo a força com que as significações orientam as práticas escolares. Desse contexto, tenho orientado trabalhos na graduação e na pós–graduação, que versam tanto sobre a prática educativa na escola, nos anos iniciais, como no contexto de movimentos sociais e de movimentos culturais, enfatizando o eixo relacional e as estratégias para vivenciar o contexto desses espaços; o que se aprende, em termos de conduta social; quais crenças e valores atravessam tal conduta. Na trajetória de pesquisa, desses espaços, venho observando que as diferentes configurações de práticas educativas imprimem culturas identitárias, normas de conduta, visões de mundo, não necessariamente construídos no interior do grupo escolar e movimentos, mas na relação com o outro, em diferentes contextos sociais e culturais. Assumimos como referência para pensar a prática educativa como prática social, leituras weberianas e, como campo de significação, leituras da fenomenologia social. No processo metodológico da pesquisa, realizamos as seguintes etapas: a) levantamento e análise bibliográfica; b) entrevista compreensiva com sujeitos sociais, do campo empírico. Utilizamos a Análise de conteúdo para analisar as entrevistas. Espera-se que os resultados da pesquisa possam oferecer subsídios para a compreensão da relação entre cultura, sociedade e educação, de forma a atender às necessidades de uma prática educativa voltada para o respeito e a valorização humana, nas suas subjetividades.

Palavras-chave: Cultura. Prática Educativa. Sociedade.

Nome do Projeto de Pesquisa: Organização da prática pedagógica dos professores dos três anos iniciais do Ensino Fundamental de nove anos: articulação e continuidade da trajetória escolar

Descrição do projeto: O projeto de pesquisa “Organização da prática pedagógica dos professores dos três anos iniciais do Ensino Fundamental de nove anos: articulação e continuidade da trajetória escolar” integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Curriculares e Educativas(GEPPCE), cadastrado no CNPq, e a linha de Pesquisa “Currículo, Práticas Educativas e Diferença”, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd). Seu Objetivo é analisar a prática pedagógica de professores, dos três anos iniciais do ensino fundamental de nove anos, de modo a garantir a articulação e continuidade da trajetória escolar, tendo como referência a teórico– metodológica a fenomenologia das relações sociais. O interesse em estudar o tema é fruto da experiência como professora de estágio, no Curso de Pedagogia, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e pesquisadora da prática pedagógica, nos três anos iniciais do ensino fundamental, no contexto do município de Vitória da Conquista – Ba, e observar diversidades de práticas educativas desenvolvidas, atravessadas por sentidos e crenças oriundos de outras esferas da vida social dos profissionais (família, igreja, lazer) que , muitas vezes, determina ações pedagógicas junto às crianças. A importância desse estudo se localiza na pretensão de compreender o explicar o currículo como pratica vivida na escola, portanto, sua dimensão subjetiva, com a finalidade de pensar a instituição escola a partir dos seus agentes, de que modo se estabelece a relação entre agente e estrutura, de forma a garantir a continuidade da trajetória escolar de crianças nesse segmento. Trata-se de uma pesquisa, de cunho etnográfico, cujo processo metodológico envolve: a) levantamento e análise bibliográfica; b) análise de documentos oficiais (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) 9394/96, Projeto Político Pedagógico da escola, Diretrizes Curriculares nacionais para o ensino de 9 anos; Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental) ; c) Observação participante: participação em reuniões de planejamento na escola e na Secretaria Municipal de Educação (SMEd), acompanhamento de sala de aula. A observação acompanhará a mesma turma, durante os três anos, com o objetivo de verificar a articulação e continuidade na passagem do primeiro para o segundo ano e deste para o terceiro. Análise de conteúdo das observações Espera-se que os resultados da pesquisa possam oferecer subsídios para atender às necessidades de uma prática pedagógica voltada para a continuidade dos estudos de crianças dos três anos iniciais do Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Anos iniciais. Ensino Fundamental. Prática pedagógica.

Profª Drª Núbia Regina Moreira

Nome do Projeto de Pesquisa: Sociologia das políticas curriculares: uma leitura a partir da Teoria do Discurso.

Descrição do projeto: Consideramos a sociologia das políticas curriculares como enfoque sobre os contextos e demandas em que são produzidas as redes configurativas das políticas curriculares. Como proposta teórica concebemos nosso arcabouço a partir da teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, articulando-a a outras vertentes da teoria social e política. Traçamos como objetivo compreender teórico ?metodológica e empiricamente as políticas curriculares em torno das modalidades de ensino e de questões que versam sobre, a manifestação dessas políticas nas práticas educativas e demandas que se forjam nas disputas por uma concepção hegemônica de currículo. Abordaremos também como questão a ser pesquisada e seu desdobramento investigativo, a produção de caminhos que contribuam na ampliação dos estudos sobre a teoria, a política e a prática curriculares.

Prof. Dr. Reginaldo Santos Pereira

Nome do Projeto de Pesquisa: Currículos, avaliação e formação docente: leituras e análises pós-críticas

Descrição do projeto: Este projeto tem como objetivo investigar a produção discursiva do currículo, a partir dos referenciais da crítica pós-estruturalista e suas contribuições para a compreensão das relações entre saber, poder, subjetivação e as interfaces com a educação. A ênfase se dá no campo das políticas e práticas curriculares para educação, avaliação e formação docente na educação básica e superior. 

Nome do Projeto de Pesquisa: Currículo, educação e relações étnico-raciais nos anos iniciais do ensino fundamental I

Descrição do projeto: O presente projeto tem por escopo investigar como o currículo e a prática docente dos profissionais dos anos iniciais do ensino fundamental das escolas municipais de Itapetinga-BA tem produzido a tematização das relações étnico raciais e suas reverberações na constituição das subjetividades e da identidade étnico-racial das crianças.

Nome do Projeto de Pesquisa: Relações de gênero na educação infantil: “o que quer o currículo” do curso de Licenciatura em Pedagogia da UESB?

Descrição do projeto: O projeto tem como objetivo investigar a constituição das relações de gênero dos profissionais licenciandos/ados do curso de Pedagogia e como o currículo produz a as identidades docentes – múltiplas e plurais – de mulheres e homens no interior das relações de saber-poder.

Profª Drª Sônia Maria Alves de Oliveira Reis

Nome do Projeto de Pesquisa: Trajetórias de Vida e Práticas Educativas de Mulheres em Movimento(S) no Território de Identidade do Sertão Produtivo no Estado da Bahia

Descrição do projeto: Este projeto de pesquisa tem como propósito geral descrever e analisar a atuação de mulheres em movimento(s) no cenário contemporâneo de mudanças socioculturais do Território de Identidade do Sertão Produtivo do Estado da Bahia caracterizado pela implementação e pela efetivação de tecnologias sociais, pelas práticas de associativismo, cooperativismo e economia solidária, e pela experiência de escolarização tardia.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

LINHA 3

Prof. Dr. Anderson de Carvalho Pereira

Nome do Projeto de Pesquisa:  Oralidade e determinante político nas práticas letradas

Descrição do projeto: Principalmente pautada no referencial de uma perspectiva discursiva de letramento, esta proposta se volta aos determinantes do político na esfera dos usos cotidianos das atividades “linguageiras” e das práticas letradas, entendidas sob o prisma do imperativo da instituição da escrita como base para organização das práticas sociais. Do ponto de vista epistemológico, consideramos, portanto, que as práticas letradas são acometidas cotidianamente pela desvalorização da oralidade, o que impede a assunção do sujeito como intérprete dos enunciados que o atravessa. Ainda sobre o determinante político é necessário lembrar que se baseia ainda em uma dialética entre o sujeito e o desejo do Outro, máxima originada na Psicanálise lacaniana e que atravessa a concepção de sujeito e de discurso da Análise de Discurso. Essa desvalorização se fundamenta em evidências ideológicas e repercute na forma de exclusão do discurso narrativo pelos discursos altamente letrados, que se apresenta seja em práticas alternativas com letramento e de alfabetização; seja no âmbito escolar com os usos de materiais didáticos e cumprimento de diretrizes mecânicas no ensino/aprendizagem de língua materna em sua maioria em função de políticas públicas que compõem parte de uma teia discursiva que coopta a formação docente e o cotidiano mais amplo das práticas letradas. Como contraponto a essas evidências ideológicas, consideramos o fulcro poético das relações de alteridade entre oralidade e escrita como possibilidade de ruptura em que se movimentam relações de intérprete entre sujeito e enunciados.

Profª Drª Daniele Farias Freire Raic

Nome do Projeto de Pesquisa: Composições curriculares na Educação Básica e Superior: linhas que se entrelaçam no fazer da prática escolar

 Descrição do projeto: O presente estudo visa compreender as composições curricualres na Educação Básica. Parte do entendimento que o currículo da escola é muito mais que um conjunto de disciplinas formatadas e organizadas para atendender determinadas prescrições de um ano/série, mas, ao contrário disso, como um dispositivo formativo complexo que se constitui nas práticas diárias dos diferentes autores curriculantes, os quais traçam linhas de fuga, desterritorializando o que está (im)posto pelos currículos racionalistas, e reterritorializando os currículos sob outros agenciamentos, em constantes movimentos de composição. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, tendo as cartografias como sua opção metodológica, por entender que cartografar é habitar um território em que subjetividades se encontram, em processos de subjetivação, permitindo, portanto que o cartógrafo não busque universalismos e generalizações, mas, se compromente em acompanhar processos que não estão fixados nos seus pontos de vista. Tem como campo de interesse escolas públicas e privadas, nos segmentos de Educação Infantil, Ensino Fundamental de Nove Anos e Ensino Médio, bem como as modalidades de Educação Profissional e de Jovens e Adultos. Espera-se com este estudo que seja possível mapear e elucidar práticas pedagógicas promíscuas, portanto, ?marginais?, que favoreçam a melhoia da qualidade do processo educativo escolar.

Profª Drª Denise Aparecida Brito Barreto

Nome do Projeto de Pesquisa: Representações Sociais de Professores de Língua Portuguesa Sobre Leitura e Escrita

Descrição do projeto: Essa pesquisa encontrará apoio na  Teoria das Representações Sociais (TRS) proposta por Serge Moscovici. Com esta teoria conheceremos as ideias, crenças, noções, imagens, conhecimentos e atitudes de professores de Língua Portuguesa, referentes ao ensino desta disciplina nas escolas públicas de Vitória da Conquista. Os participantes deste estudo não são receptores passivos. Os fenômenos por eles vivenciados necessitam ser discutidos e explicados em função de valores sociais que pertencem ao grupo. Portanto, procuraremos mostrar como certas representações, construídas socialmente, são compartilhadas pelos participantes da pesquisa que constituem um grupo de professores de escolas estaduais desta cidade. As pesquisadoras visitarão as escolas durante o primeiro semestre de 2014 , em contato próximo com os professores das escolas, a fim de observar a maneira como a temática é representada pelos professores. No segundo semestre de 2014 serão analisados os questionários e as entrevistas realizadas com esses professores. A pesquisa contará com a participação de três pesquisadores da UESB, que foram convidados em sala de aula, primeiramente, e, posteriormente, apresentaram-se, voluntariamente para participarem desse estudo.

Profª Drª Ester Maria de Figueiredo Souza

Nome do Projeto de Pesquisa: Cultura escolar, letramentos e interação didática (2020/2024)

 Descrição do projeto: O projeto situa-se na análise da aula como gênero do discurso e se suporta na investigação do cotidiano escolar, do currículo, das práticas de letramentos, da linguagem e no ensino com e como trabalho. Converge a investigação para a dimensão cultural e dialógica, da linguagem, do currículo e da cultura escolar em suas práticas de constituição de alteridades, de produção de efeitos de sentido e de criação humana. As relações entre discurso e ensino, concepções docentes acerca do trabalho pedagógico e dos objetos e materiais de ensino. Elencam-se como temáticas para investigação os documentos oficias de ensino, os materiais didáticos com fins específicos para o ensino de diferentes disciplinas escolares, as propostas de organização do trabalho escolar e de sistemas de ensino, os programas e projetos de formação de professores em exercício e em formação inicial nos diferentes segmentos e níveis da educação, o discurso didático e suas reverberações. A análise dos produtos autorais docentes, como narrativas, planos de aula, materiais didáticos, assim como as observações do cotidiano escolar revelam, como marca de identidade da profissão docente, uma instância de letramento do professor que merece ser problematizada.  Soma-se a isso, no âmbito do agir docente, a cartografia de gestos de professoralidade típicos das práticas discursivas para o ensino. O enfoque das práticas curriculares que tematizam os processos de ensino e aprendizagem em contextos de usos com a linguagem na sala de aula. Converge a investigação para a dimensão cultural e dialógica, da linguagem, do currículo e da cultura escolar em suas práticas de constituição de alteridades, de produção de efeitos de sentido e de criação humana.

Nome do Projeto de Pesquisa: Linguagem e docência: confluências bakhtinianas e freireanas (2020/2024)

Descrição do projeto: Projeto investiga bases conceituais do pensamento bakhtiniano (Mikhail Bakhtin) e freireano (Paulo Freire). Particularizam-se interfaces transdisciplinares, a natureza dialógica e a alteridade constitutiva das pesquisas no campo da linguagem e educação. Postula-se a investigação de princípios da teoria dialógica da linguagem para a formação do profissional docente e para o ensino e aprendizagem escolar, delimitando-se nos estudos dos processos de interação na sala de aula, conformando os gêneros discursivos como organizadores das ações com a linguagem nas práticas discursivas de ensino. Aporta-se, no reconhecimento cultural e intercultural das práticas de ensino para a constituição da identidade social dos sujeitos professor e aluno. Inclui protótipos, projetos e práticas de letramento como cenários discursivos para a formação docente, indicando movimentos dialógicos da interação na sala de aula entre professor/alunos/recursos didáticos Pautam-se a cultura e linguagem inscrita nos textos autorais de Paulo Freire e em Mikhail Bakhtin, a fim de extração das suas interfaces epistemológicas para o campo do currículo e da linguagem. Tais categorias analíticas remontam a estudos referenciados em teorias dialógicas da linguagem e na pedagogia emancipatória, diálogo conceitual e ideológico esse que tem instanciado uma posição política frente aos projetos de formação inicial e continuada da identidade docente.

Prof. Dr. Luiz Artur dos Santos Cestari

Nome do Projeto de Pesquisa: Do Pnaic/Brasil ao “No Child Left Behind”/Estados Unidos: um estudo comparado de políticas educacionais a partir de seus contextos de emergência.

Descrição do projeto: Projeto em desenvolvimento no âmbito do Convênio com a Universidade de Iowa que tem a Realizar um estudo comparado de programas das políticas públicas no Brasil e nos Estados Unidos, analisando suas influências no ensino e na aprendizagem.

Nome do Projeto de Pesquisa: Um estudo sobre circulação das noções de diferença e pluralidade no pensamento pedagógico brasileiro recente.

Descrição do projeto: Este estudo pretende investigar a crescente influência exercida a partir dos anos 90 pelo discurso em favor das diferenças e da pluralidade no campo educacional brasileiro e, principalmente, na formação de professores. Tomando como base que a crise do modelo de racionalidade global da modernidade possibilitou a emergência de reivindicações de origem pós-materialista e sociocultural orientadas por minirracionalidades, visualizamos um contexto contemporâneo da educação brasileira em que se torna cada vez mais difundida uma ideia de formação orientada pela necessidade da constituição de uma subjetividade cuja imagem se espelha na aceitabilidade irrestrita do que é diferente e plural para o sujeito. Podemos perceber isso com a disseminação pela literatura pedagógica contemporânea de terminologias que ensejam essa discursividade, tais como interculturalidade, diálogo das diferenças, inclusão, aceitação das minorias etc. Por isso, caminhamos no sentido de mapear as justificativas de apropriação destas noções, assim como os modos de sua recepção e difusão em autores e domínios específicos da formação de professores no Brasil.

Profª Drª Marilete Galegari Cardoso

Nome do Projeto de Pesquisa: BAÚ BRINCANTE: o potencial do brincar livre das crianças da educação infantil

Descrição do projeto: Este projeto de pesquisa de investigação interinstitucional, envolvendo pesquisadoras da Universidade Federal da Bahia ? UFBA e da Universidade do Sudoeste da BahiaUESB/Jequié ?, tem por objetivo averiguar o potencial do brincar livre e difusão da cultura lúdica no ambiente de duas instituições de educação infantil nos Municípios de Salvador e Jequié-Bahia-Brasil., por meio da implantação de uma grande caixa contendo materiais não estruturados, colocada à disposição das crianças nos espaços de recreação dos espaços investigados. Este estudo também visa a criação de espaço de experiência, investigação reflexiva e formação para professores da educação infantil, na produção de sentidos acerca do brincar livre e da cultura lúdica infantil. Essa pesquisa será desenvolvida com base nos princípios qualitativos, adotando-se como método a investigação-ação sendo ancorada na epistemologia jogo e do brincar numa abordagem sociocultural (BROUGÈRE, 2002; 2004; 2006; 2012; LOPES, 2015, 2018) e da Sociologia da Infância (MALAGUZZI, 1999; SARMENTO, 2005). Estudo também sustentado na teoria ateliê didático sensível, com os encontros de formação para as professoras participantes (D?Ávila 2016; 2018) e Cardoso (2018). Os sujeitos do estudo são as crianças e professoras de escolas de educação infantil de turno integral da rede pública do Município de Jequié. As técnicas de pesquisa utilizadas são: observação, registros de fotografias/vídeos, entrevistas semiabertas. O tratamento e análise dos dados baseia-se na teoria da Análise de Conteúdo, com inspiração hermenêutica (MACEDO, 2006; 2009). Esperamos que, com os resultados da construção desse conhecimento, possamos ampliar discussões acerca da temática da cultura lúdica e brincar livre no ambiente escolar, bem como estabelecer e consolidar a cooperação entre universidade UESB e pesquisadores do Grupo de estudos e pesquisas em educação, didática e ludicidade (GEPEL) da Faculdade de educação (FACED) da UFBA, na construção e disponibilização de um referencial teórico sobre a temática estudada.

 

LINHA 4

Profª Drª Andrecksa Viana Oliveira Sampaio

Nome do projeto de pesquisa: Os diferentes significados (sentidos) de ensinar e aprender geografia

Descrição do Projeto: A proposta de pesquisa surge da necessidade de aprofundar os estudos teóricos sobre o Ensino de Geografia e desvendar os diferentes significados de ensinar e aprender Geografia. As discussões acerca das condições do ensino e a preocupação com o destino da educação são constantes. O ensino de Geografia não está imune a essa problemática, visto que comumente se percebe o seu aspecto exclusivamente conteudista, regido pelos livros didáticos, relegando a um segundo plano aspectos importantes para o desenvolvimento dos alunos, tais como a formação cidadã e constituição de uma consciência crítica do espaço onde vive. Nesta perspectiva, o interesse manifesto, ao propor a presente pesquisa, foi o de analisar as diferentes formas de ensinar e aprender Geografia dos professores da rede pública do município de Vitória da Conquista, além de propor novas metodologias pautadas nos estudos teóricos das categorias lugar e paisagem, reafirmando o sentido formativo da Geografia. A pesquisa se enquadra em uma abordagem qualitativa e aponta a relação dinâmica entre o sujeito e o mundo real e a interdependência entre eles. Vale destacar, ainda, que a execução deste projeto possibilita uma real articulação entre ensino, pesquisa e extensão, na medida em que os resultados e análises apresentados servirão para um conhecimento mais aprofundado da Geografia Escolar e posterior reflexo na formação dos alunos do Curso, na prática dos professores envolvidos e na aprendizagem dos alunos da educação básica.  Com os resultados da pesquisa será possível organizar um acervo documental consistente que possibilite um melhor conhecimento acerca das diferentes formas de ensinar e aprender Geografia, partindo dos estudos teóricos sobre lugar, paisagem e cotidiano, além de possibilitar a formação sólida de um grupo de estudos sobre a temática e a produção de artigos científicos com a finalidade de socializar os resultados encontrados. Espera-se que essa pesquisa seja suporte na inserção de metodologias capazes de desenvolver nos alunos o verdadeiro significado da Geografia tantos para os professores e alunos do Curso de Geografia, como para os discentes do Programa de Pós Graduação em Educação (PPGEd/UESB), especialmente os orientandos na Linha de Pesquisa: Conhecimentos e Práticas Escolares.

Palavras Chaves: Aprendizagem Significativa. Ensino e Aprendizagem em Geografia. Sentido formativo da Geografia

Prof. Dr. Edinaldo Medeiros Carmo

Nome do Projeto de Pesquisa: A produção dos saberes docentes e do conhecimento escolar na formação inicial de professores de Ciências e Biologia

Descrição do projeto: Esta investigação tem como foco a produção dos saberes docentes e do conhecimento escolar na formação inicial de professores de Ciências e Biologia. Neste sentido, pretende: (a) compreender como os estudantes do curso de licenciatura em Ciências Biológicas constroem os saberes docentes; e (b) analisar a produção do conhecimento escolar no exercício docente. Teoricamente, a articula a categoria dos saberes docentes com referenciais que estudam os conhecimentos escolares.

Profª Drª Edinalva Padre Aguiar

Nome do Projeto de Pesquisa: Ensinar e aprender história: educação histórica e seus sujeitos

Descrição do projeto: O projeto tem como objetivo analisar se o ensino-aprendizagem de História tem contribuído para o desenvolvimento do pensamento histórico do aluno e quais os sentidos e funções por ele atribuídos a esse conhecimento em sua vida prática.

Profª Drª Lúcia Gracia Ferreira Trindade

Nome do Projeto de Pesquisa: Desenvolvimento profissional e a carreira docente brasileira: diálogos com professores da Educação Básica

Descrição do projeto: Esta pesquisa visa contribuir para os estudos sobre a formação docente, a docência, a carreira docente e o desenvolvimento profissional dos professores da Educação Básica. Objetiva analisar como os professores da Educação Básica se constroem profissionalmente, considerando as políticas públicas vigentes e um modelo brasileiro para a carreira docente e os impactos/contribuições para o ensino. Este estudo será realizado, primeiramente, por meio de levantamento das produções existentes sobre o tema no Banco de Teses e Dissertações da CAPES e, posteriormente, pela realização de pesquisa de campo. Empregaremos uma abordagem qualitativa considerando o caráter multidisciplinar da pesquisa que será realizada pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Optamos por utilizar como instrumento para a coleta de dados o questionário que serão aplicados pessoalmente ou disponibilizado por meios eletrônicos/digitais aos professores, tendo como amostra central quatro municípios do Estado da Bahia. A análise dos dados coletados será realizada por meio da Técnica da Análise de Conteúdo, dando tratamento aos dados qualitativos e, para os quantitativos, a Análise Estatística. Esperamos com esta investigação contribuir para o fortalecimento das pesquisas sobre o desenvolvimento profissional e a carreira docente e para subsidiar a elaboração de políticas públicas (ensino e formação docente), nas múltiplas escalas.

Profª Drª Maria Cristina Dantas Pina

Nome do Projeto de Pesquisa: Ensino de história e currículo no PIBID da UESB: um estudo sobre conhecimento histórico e prática docente no período 2013-2017

Descrição do projeto: O Projeto objetiva investigar o pensamento histórico e a pratica de ensino de professores e estudantes de história, que tiveram experiência com o Programa de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). As narrativas sobre a história produzidas por esses sujeitos nos ajuda a compreender como os professores e graduandos em história formulam seu pensamento histórico, como fazem escolhas curriculares e decidem sobre os significados/importância do que aprender em história, como traduzem em situação de ensino as discussões acumuladas na experiência do Pibid sobre o conhecimento histórico. O caminho metodológico é investigar a prática de ensino de história por meio das narrativas orais e escritas desses sujeitos que tiveram no Pibid a possibilidade de aprofundar e intensificar as reflexões em torno do processo de ensino e aprendizagem da história. Analisar as práticas de ensino de história pressupõe analisar as concepções que fundamentam e orientam essas práticas. Neste aspecto o campo da Educação Histórica nos mune de ferramentas teórico metodológicas para a investigação do pensamento histórico por meio da pesquisa de cunho empírico. Também recorremos a discussão de currículo, como elemento da prática, entendendo-o como Goodson enquanto artefato construído socialmente, marcado pelas demandas e disputas em torno do que ensinar/aprender. A investigação utilizará dos instrumentos da pesquisa qualitativa, questionário e entrevistas semiestruturadas, como também análise de materiais produzidos pelos professores e estudantes, nos quais é possível visualizar as narrativas históricas. Os dados serão analisados por meio da utilização da análise de conteúdo. Espera-se compreender mais detidamente a dimensão da experiência do Pibid nas práticas de ensino de história e seus fundamentos teóricos.

Nome do Projeto de Pesquisa: Projeto residente: observatório das relações entre jovens, história e política na América Latina

Descrição do projeto: O projeto Residente dá continuidade a um ciclo interinstitucional e internacional de pesquisa sobre cultura, aprendizagem e consciência históricas e cultura política que vem sendo desenvolvido desde 2007, sob liderança do proponente. Trata-se de uma pesquisa que responde a demandas da Teoria da História no sentido de que produz informação sobre como os jovens pensam e representam o passado, a identidade pessoal e coletiva e como projetam futuros, bem como permite mapear alguns elementos da circulação social de conhecimentos históricos, tanto nas esferas formais e escolares quanto nas esferas não formais e extra-escolares. Em termos de fundamentos teóricos, a pesquisa sustenta-se nos conceitos de consciência histórica e cultura histórica discutidos por historiadores e teóricos da história alemães do grupo de J. Rüsen, K. Bergmann e K. Jeissman, mas a análise dos dados produzidos abre-se a diferentes vertentes das ciências humanas e sociais, o que facilita a colaboração e a participação ativa de pesquisadores formados em diferentes perspectivas. Como exemplo, os dados podem ser analisados por softwares como o Evoc2000, construído a partir da Teoria das Representações Sociais e do conceito de Núcleo Central das representações sociais, que é uma perspectiva distinta daquela da consciência histórica. A pesquisa objetiva levantar dados a partir de questionários quantitativos amplos que permitam estabelecer panoramas do pensamento dos jovens estudantes do ensino médio e de seus professores sobre os temas estabelecidos, que possam, uma vez analisados por diferentes métodos, estabelecer contribuições relevante para as políticas públicas quanto ao ensino e à divulgação científica em História, bem como subsidiar professores e autores em seu trabalho destinado aos estudantes e ao público não-especialista. A pesquisa se filia à família de métodos quantitativos, e registra-se o esforço de construção coletiva e colaborativa em todas as suas fases. A partir da formação de uma equipe extensa e espalhada pelo território nacional e por outros países da América Latina, foram elaborados e aperfeiçoados dialogicamente os instrumentos de coleta de dados, bem como o desenho amostral também construído a partir do diálogo entre os pesquisadores participantes, dentro de suas possibilidades pessoais e institucionais. Espera-se construir uma amostra não probabilística, mas com extensa base geográfica e grande quantidade de casos, em torno de 5 mil questionários de estudantes e 500 questionários de professores no Brasil e mais 6 países da América Latina. A etapa seguinte, é a consolidação das bases de dados e a análise das mesmas, novamente de modo coletivo e colaborativo, com planos de análises envolvendo os pesquisadores que se envolveram na aplicação dos questionários, enfocando por diferentes perspectivas a extensa quantidade de informações a ser obtidas. Aqui, diversos métodos de análise poderão ser empregados, desde a análise estatística descritiva até a análise estatística inferencial, por exemplo desagregando os dados em suas variáveis, cruzando informações e estabelecendo correlações entre distintos fenômenos constatados. Coteja-se ainda as análises quantitativas com outros estudos quantitativos e qualitativos, bem como com a literatura produzida no âmbito da historiografia, da teoria e do ensino da História. A metodologia proposta se completa com a disseminação dos resultados por meio de artigos e comunicações científicas, mas também outros meios de divulgação para o público interessado, docentes e gestores públicos, como um sítio na rede mundial de computadores, vídeos e publicações em meios de divulgação ampla.

Profª Drª Nereira Maria Santos Mafra Benedicts

Nome do projeto de pesquisa: A memória e o olhar geográfico na Educação Básica: tradições nos saberes e fazeres no ensino de geografia.

Descrição do Projeto: o projeto visa analisar os saberes e fazeres no ensino de geografia por meio da memória de docentes e discentes na educação básica. A proposta faz parte de diversos estudos que são desenvolvidos desde a minha inserção no curso de geografia, no ano de 2001, como professora das disciplinas didático-pedagógicas do curso, como supervisora de estágio supervisionado e do projeto de extensão de assessoria permanente aos professores de geografia da rede pública de ensino e do laboratório de ensino de geografia. as pesquisas acerca do ambiente escolar e as relações constituídas nesse universo, assim como as reflexões, permitiram pensar o espaço escolar como produto da construção de memórias docente e discente, como sujeitos que congregam ao seu modo, práticas e saberes dos quais se apropriaram em diferentes momentos e contextos de vida. diante disso, a presente proposta se constitui como um importante instrumento que aqui se apresenta, tendo como campo de estudo as escolas da educação básica na cidade de Vitória da Conquista – Ba. A escolha pelo tema decorre da percepção de uma diversificação de memórias no espaço escolar e que de alguma forma, influenciam os saberes e fazeres no ensino, sobretudo, o da disciplina de geografia. esse conhecimento insere-se por meio do contexto histórico, cultural e social que submerge a escola. isto expressa, fundar relações entre a sociedade, a educação e a escola.

Profª Drª Rita de Cássia Souza Nascimento Ferraz

Nome do Projeto de Pesquisa: Legitimação de ações de violência psicológica em violência simbólica no cotidiano escolar

Descrição do projeto: O presente projeto busca investigar nas relações entre o professor e a criança, ações que podem legitimar a violência psicológica em violência simbólica. Partindo do pressuposto de que o sujeito se constitui nas e pelas relações que mantém com o outro durante seu desenvolvimento, o ponto a ser considerado é que, a ação de violência psicologicamente exercida pode ser uma violência simbólica legítima, a qual pode incluir o professor no exercício do poder simbólico. A pesquisa, pautada nas diretrizes epistemológicas da investigação qualitativa, fará uso de cenas que registram atos de violência na relação entre professor e alunos na sala de aula. Os dados a serem utilizados fazem parte do Banco de Dados do Centro de Pesquisa e Estudos Pedagógicos (CEPEP) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), campus de Itapetinga-BA e foram obtidas através da coleta de dados desenvolvida no Projeto de Pesquisa intitulado ?A violência psicológica na relação entre professor e aluno dos anos iniciais da escolarização?. Projeto esse que se encontra cadastrado na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e foi submetido ao Comitê de Ética CAAE nº 04672612.0.0000.0055. Foram participantes 04 alunos de duas turmas dos anos iniciais do ensino fundamental de uma escola pública do município de Itapetinga-BA e seus respectivos professores. Os instrumentos utilizados foram observação com registro do diário de campo, vídeogravação e autoscopia. É relevante o desenvolvimento desse estudo, dada a proposição da elaboração de conhecimentos que possibilitem compreender e subsidiar a transformação de uma realidade em que crianças podem ser vitimizadas na escola, além de contribuir para uma reflexão acerca do tema da violência psicológica nas relações escolares.

Profª Drª Roselane Duarte Ferraz

Nome do Projeto de Pesquisa: Concepções e sentidos de prática reflexiva na proposta curricular do curso de Licenciatura em Pedagogia/PARFOR

Descrição do projeto: O estudo busca analisar as concepções e os sentidos atribuídos a prática reflexiva, expressa na proposta curricular do curso de licenciatura em Pedagogia do PARFOR, estabelecendo um diálogo com outros documentos de cunho nacional. Especificamente, objetiva identificar as concepções de prática reflexiva expressas na proposta curricular do curso de licenciatura em pedagogia do PARFOR; Conhecer os sentidos atribuídos a prática reflexiva, a partir das concepções expressas na proposta curricular do curso de licenciatura em pedagogia do PARFOR; Conhecer como os documentos oficiais concebem prática reflexiva na formação de professores; Entender as aproximações e variações entre as concepções e sentidos de prática reflexiva presentes na proposta curricular do curso de pedagogia/PARFOR e aquelas produzidas nos documentos oficiais que tratam da formação de professores. Será realizada uma pesquisa documental que terá como principal fonte o Projeto do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia com ênfase na Educação Infantil e Séries iniciais do Ensino Fundamental e o ementário dos planos de curso dos seus componentes curriculares, do curso de Formação de Professores/Parfor, campus de Itapetinga. Para análise dos dados será utilizado a análise de conteúdo

BUSCA

Parceiros

Contato Rápido

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd)
Estrada do Bem Querer, KM 04
Vitória da Conquista –  Bahia
CEP: 45083-900
Fone: (77) 3424-8749
E-mail: ppged@uesb.edu.br