Diminuir Fonte Aumentar Fonte Alto Contraste

Campus de Vitória da Conquista, 22 de outubro de 2019

UESB Governo do Estado da Bahia

DISCIPLINA OPTATIVA: Educação do Campo e Popular como Política Pública (PPGED 051)

PROFESSOR(A): A combinar

CARGA HORÁRIA: 45 h (3 créditos)

Ementa: Concepções e práticas da educação do campo. O direito dos povos campesinos à educação. Educação popular e o conhecimento por ela produzido. A educação do Campo no campo. A educação do campo enquanto produção de cultura. A educação do campo na formação dos sujeitos. A educação do campo como formação humana para o desenvolvimento sustentável. A educação do campo e o respeito às características do campo.

Bibliografia:

BRASIL. Senado Federal. Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 9394/96.

________ Senado Federal. Constituição Federal de 1988.

________. Decreto nº 7.352/2010. Diário Oficial da União de 4/11/2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA.

________. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Comissão de Educação Básica. Resolução n.1 de 03 de abril de 2002, estabelece Diretrizes para a Educação Básica nas escolas do campo, publicada no Diário Oficial da União. Brasília-DF: Gráfica do Senado, em 09 de Abril de2002.

CALDART, R. S. Educação do Campo: notas para uma análise de percurso. Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 7 n. 1, p. 35-64, mar./jun.2009.

_______. Elementos para construção do Projeto Político e Pedagógico da Educação do Campo. Coleção Por Uma Educação do Campo, nº 05, Brasília, 2004.

CARVALHO. Horácio Martins de. O Campesinato no século XXI. Petrópolis. Ed.Vozes, 2005.

DOIMO, A. M. A vez e a voz do popular: movimentos sociais e participação política no Brasil pós-70. Rio de Janeiro. Relume-Dumará/ANPOCS, 1995.

ENGELS, F. A origem da família, da propriedade privada e do Estado. 13. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.

FERNANDES, B. M. A Formação do MST no Brasil. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1980.

NASCIMENTO, C. G. do. Educação do Campo e políticas públicas para além do capital: hegemonias em disputa. Tese de doutorado. Universidade de Brasília, 2009

LIMA. E.N. ; NETO. L.B. Educação e trabalho: é possível uma leitura marxista sobre os discursos e práticas educacionais no campo? Revista HISTEDBR On-line, Campinas, número especial, p. 295-308, abr. 2011.

MARTINS, J. S. O Cativeiro da Terra. São Paulo: Hucitec. 1977.

_________ Caminhada no Chão da Noite. São Paulo: Hucitec. 1989.

_________ Os Camponeses e a Política no Brasil. 4 ed., Petrópolis: Vozes. 1990.

MARX, K. Manifesto do Partido Comunista. Rio de Janeiro: Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo, 2008.

NOVAES. H. Reatando um fio interrompido: a relação universidade-movimentos sociais na América Latina. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

PISTRAK, M. M. Fundamentos da Escola do Trabalho. São Paulo: Brasiliense. 1981.

________. Escola Comuna. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

SANTOS, Arlete Ramos. Ocupar, resistir e produzir também na educação. O MST e a burocracia estatal: negação e consenso – 2013. Tese de Doutorado, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2013a.

SILVA, A. L. A temática indígena na escola – novos subsídios para Professores de 1º e 2º.grau. São Paulo: MEC/MARI/UNESCO.

BUSCA

Parceiros

Contato Rápido

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd)
Estrada do Bem Querer, KM 04
Vitória da Conquista –  Bahia
CEP: 45083-900
Fone: (77) 3424-8749
E-mail: ppged@uesb.edu.br