Brasão UESB/Governo da Bahia

40 fatos sobre a Uesb que você precisa saber

Especial 40 anos

Uma Universidade em pleno sertão baiano. Iniciativa audaciosa para o início da década de 1980, período em que o Brasil se preparava para a reabertura política, após duros anos de repressão militar, e os catadores de café de Vitória da Conquista e municípios circunvizinhos se mobilizavam, marcando a primeira movimentação trabalhista do interior da Bahia. O desenvolvimento pulsava entre os moradores da região Sudoeste do Estado e, para que ele fosse possível, faltava uma Universidade. Hoje, 40 anos depois, você sabe como a Uesb escreveu a sua história?

1. Defensora dos Direitos Humanos, sim!
Após a indicação por dois anos consecutivos, a Uesb recebeu, em 2014, o Prêmio Nacional de Direitos Humanos concedido pela Presidência da República, maior condecoração do governo brasileiro voltada para ações de promoção e defesa dos direitos humanos.


2. Sucesso internacional
Por diversas vezes, a Universidade se destacou fora do país. Em 2016, por exemplo, o ‘Projeto Umbu Gigante’ da Uesb recebeu o prêmio internacional Dryland Champions, promovido pela ONU. Quatro anos depois, uma iniciativa que utiliza tecnologia para evitar o desperdício de alimentos em feiras livres, pensada por estudantes da Uesb e da Ufba, foi a campeã do Social IT Solutions Workshop 2020 Brazil. O projeto foi avaliado por nada mais, nada menos que o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), um dos maiores nomes da área.

Após premiação no “Social IT Solutions Workshop 2020 Brazil”, estudantes da Uesb foram convidados a participar de projeto internacional de proteção de dados na Internet

3. Destaque em inúmeros prêmios pelo país
Nesses 40 anos, não faltaram prêmios para a Uesb, nas mais diversas áreas. Entre os mais recentes, estão a pesquisa da Uesb sobre toxidade no uso excessivo da umburana, que garantiu o primeiro lugar no 4º Congresso Internacional das Ciências Agrárias, e o aplicativo “Daily Milk”, que acumula premiações desde 2018, como no Campus Mobile, evento promovido pela USP.

Estudantes dos cursos de Agronomia e Ciência da Computação desenvolveram o app “Daily Milk”, que já conquistou três prêmios

4. Pioneira na Comunicação
Desbravando as possibilidades midiáticas, a TV Uesb teve a concessão outorgada sob a gestão do Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativas (Surte), em 2002. Oito anos mais tarde, a Uesb FM entrou no ar, se tornando a primeira emissora de rádio vinculada a uma Universidade no interior do Nordeste. Já em 2011, a TV Uesb foi pioneira no lançamento de um jornal com interpretação simultânea em Libras, o Uesb Notícias Especial. Hoje, o Surte abrange mais de 70 cidades baianas e 16 municípios do norte de Minas Gerais.

5. Reconhecida entre os melhores
Desde então, o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido nas emissoras educativas da Uesb é sentido pela audiência e pelo destaque com produções da rádio Uesb FM no Prêmio Sebrae de Jornalismo, em 2011 e 2012; no Prêmio BNB de Jornalismo, em 2012; e no Prêmio Telefônica Vivo de Jornalismo Universitário, em 2013 e 2014.

6. Ligada em você
Parte da trajetória que ultrapassa as fronteiras físicas da região Sudoeste, começa com a implantação da Assessoria de Comunicação (Ascom) da Universidade, ainda em 2003. De lá pra cá, a Uesb figura entre as universidades mais curtidas no Facebook e encabeçou produções em parceria com as estaduais baianas, além de servir de exemplo de comunicação institucional para equipes da área, como a da Ascom da Uefs.

7. A “famosinha” das mídias sociais
A Uesb chegou nas mídias sociais em 2010. Dez anos depois, seja por meio do Facebook, do Instagram, do Twitter ou do YouTube, a Universidade “blogueirinha” soma um público de mais de 108 mil usuários conectados, e contando..

8. Recomendada
Antes mesmo de se tornar estrela nos canais digitais, a Uesb colecionava reconhecimento por meio do Guia do Estudante, publicação da Editora Abril. Depois de ter cursos estrelados nos anos de 2007 e 2010, de 2012 a 2018, a Universidade esteve presente em todas as edições do Guia, chegando ao último ano da publicação com a recomendação de 40 dos seus 47 cursos de Graduação.

9. Conceituada
A Uesb vive um crescimento contínuo no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). A cada ano, seus cursos superam resultados das avaliações anteriores e novos cursos se destacam. No último Exame, em 2019, as 9 graduações da Uesb participantes obtiveram o Conceito 4, garantindo média maior que a nacional em 30% delas.

10. Enfim, entre as melhores instituições de ensino do Brasil
O que falar dessas avaliações de desempenho que consideram a Uesb “pakas”? Por cinco anos seguidos, a Universidade mantém conceito 4 no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição, o IGC, um dos mais importantes indicadores de qualidade da Educação Superior.

11. Representativa
Você sabia que as mulheres encontram, na Uesb, uma oportunidade de se inserir em espaços predominantemente masculinos? Cerca de 48% das pesquisas da Instituição são coordenadas por mulheres.

12. De olho no futuro
Com a regulamentação do Núcleo de Inovação Tecnológica, implantado desde 2010, a Uesb consolidou o Sistema de Gestão Tecnológica e Inovação (Gestec). Isso quer dizer que a Instituição protege e incentiva a pesquisa científica inovadora, oferecendo suporte aos seus pesquisadores.

Pesquisas da Uesb sobre embalagens biodegradáveis têm ganhado repercussão nacional

13. Patentes registradas
Por falar em Inovação, a Uesb possui duas patentes concedidas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). Os registros são da área de Produção Animal e Odontologia, e além disso, estão depositados, no Inpi, 19 pedidos em outros campos de conhecimento, como Farmácia, Engenharia e Biologia.

14. Instituição de pesquisa
Na Uesb, pesquisa é assunto sério e começa cedo! Atualmente, cerca de 750 projetos de pesquisa estão cadastrados e em andamento, nos três campi. Contemplando todas as áreas de conhecimento, essas ações envolvem alunos desde a graduação até a pós-graduação. Além disso, a Uesb é parceira em projetos que incentivam a pesquisa antes mesmo do ingresso na Universidade.

Há nove anos, Uesb é parceira do Centro Territorial de Educação Profissional de Vitória da Conquista em projetos como o “Conecta”, premiado em 2019

15. Conhecimento em ação
Como as pesquisas e discussões da Uesb chegam à comunidade? A resposta está na Extensão! Nos últimos dez anos, as ações da Universidade chegaram em 25 dos 27 Territórios de Identidade da Bahia, com um alcance de mais de 1,3 milhão de pessoas.

16. Conhecimento para a legislação
Para além das contribuições na formação intelectual da população, com a promoção de eventos e debates, a Uesb tem sido responsável pela ciência que embasa importantes decisões na esfera pública.

Pesquisa da Uesb fundamenta Lei Municipal em Vitória da Conquista, garantindo às mães o direito de amamentar durante seleções e concursos públicos, com a compensação do tempo

17. Ponte para o futuro
Enquanto isso, o reflexo de uma formação não só técnica, mas também crítica, está no alto índice de aprovação dos alunos da Uesb em avaliações como o Exame da OAB ou nas seleções para a continuidade dos estudos, como residências, especializações, mestrados e doutorados.

Em 2019, Uesb recebe, pela terceira vez consecutiva, o Selo OAB Recomenda

18. Educando mesmo a distância
Com a implantação de cursos de graduação e especialização na modalidade a distância, em 2006, a Uesb passou a oportunizar ainda mais o acesso ao ensino superior para o interior. Hoje, contam com pólos de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil vinculados à Uesb, as cidades de Itabuna, Itapetinga, Ipiaú, Paulo Afonso, Vitória da Conquista, Brumado e Macaúbas.

19. Popular em todo Brasil
Hoje, fazem parte da Uesb alunos de todos os estados brasileiros, que ingressaram tanto pelo Vestibular como pelo Sisu.

20. Essencial para a região
Mesmo com a ampliação do seu alcance, a Uesb não perde o seu caráter regional. A Universidade é a principal referência para alunos de cerca de 200 cidades do Sudoeste da Bahia e Norte de Minas Gerais.

21. Entre os únicos vestibulares do país
Com o objetivo de aumentar as possibilidade dos candidatos da região, a Uesb mantém o processo seletivo anual. Atualmente, em torno de 40 universidades realizam vestibular no Brasil. Por aqui, a última edição do vestibular ofereceu mais de 1100 oportunidades, além das vagas adicionais para quilombolas, indígenas e pessoas com deficiência.

22. Para todos
Outra forma de contribuir na oferta de oportunidades é o Programa Universidade para Todos (UPT). A Uesb é parceira do Governo do Estado na realização do UPT, que foi criado em 2004. Além do curso preparatório para o Enem e vestibulares, o Programa disponibiliza material didático para alunos concluintes ou egressos do Ensino Médio da rede pública. Na Uesb, atualmente, o UPT conta com 1700 vagas, distribuídas em 27 municípios da região.

23. Parceira
Embora seja uma Universidade estadual, as parcerias e convênios da Uesb vão muito além das fronteiras baianas e até mesmo do país.

Desde 2014, Universidade participa do Programa de Cooperação Triangular para Desenvolvimento das Savanas Tropicais de Moçambique, o Prosavana

24. Pausa para um cafezinho?
Com essas ações conjuntas, a Uesb figura como destaque no Estado e na região Nordeste.

Desde 1999 integrando o Consórcio Pesquisa Café da Embrapa, Uesb se tornou a representante do órgão na Bahia

25. Global
Tantos contatos também resultam em importantes passos para a internacionalização da Universidade, com impacto direto para seus estudantes. Entre 2012 e 2016, 39 alunos da Uesb participaram do Programa Ciência sem Fronteiras, em países como Estados Unidos, Austrália, Irlanda, Hungria, entre outros. Foi nesse período também que, em 2014, a Universidade começou a desenvolver ações de Intercâmbio, por meio de diversos convênios como instituições estrangeiras da América Latina e Europa.

26. Com doutorado em sanduíche?
A possibilidade de desenvolver parte das pesquisas do doutoramento em outros países é chamada de Doutorado-Sanduíche e, na Uesb, é oferecida desde 2014. Já participaram da iniciativa, doutorandos em diversas áreas como Agronomia, Enfermagem e Memória.

27. Plural
A Universidade é enriquecida culturalmente também com a possibilidade de receber intercambistas. Mas, por falar em cultura, a valorização artística e o fomento das mais diversas manifestações culturais é uma preocupação da Uesb desde sempre. Palco perfeito para a pioneira criação de cursos de Artes no interior da Bahia e para a construção crítica do pensar e fazer Cinema, na terra de Glauber Rocha.

28. Caldeirão cultural
É assim que, na Uesb, são encontradas todas as condições necessárias para se estudar e contemplar a efervescência cultural do sertão baiano. Por aqui, já foram realizados festivais de música, dança, teatro. Além disso, a Uesb é parceira de um dos principais eventos do calendário nacional sobre a sétima arte: a Mostra Cinema Conquista.

Iniciativas voltadas para o cinema, como a Mostra e a própria graduação em Cinema e Audiovisual, estão vinculadas ao Programa Janela Indiscreta da Uesb, criado em 1992

29. Amante das palavras
Caso o assunto seja literário, a Edições Uesb exerce importante papel desde a sua criação em 1999. O surgimento da editora data do mesmo período em que teve início a realização do Concurso Literário Professora Zélia Saldanha, que é importante canal para a expressão da Literatura na região. Além disso, a editora própria da Universidade é a responsável pela publicação de títulos científicos das mais diversas áreas.

30. Boa influência
Práticas de incentivo à leitura também fazem história na Uesb. Dentre elas, a de maior destaque acontece desde 1992, quando foi implantado o Comitê Proler na região Sudoeste e a ação se ramificou vinculada à Universidade. É também do início da década de 1990, o Estação da Leitura, que se consolidou, principalmente, com o atendimento às escolas.

Outro importante instrumento para a prática da leitura, as bibliotecas da Uesb são abertas à comunidade e contam com um acervo de mais de 243 mil obras

31. Memória viva
As narrativas da região Sudoeste de antes mesmo do início das atividades da Uesb estão resguardadas pela Universidade. Além dos inúmeros estudos e projetos voltados para a realidade local, a Uesb é a responsável pela gestão do Museu Regional – Casa Henriqueta Prates e do Museu Pedagógico – Casa Padre Palmeira.

32. Antenada com o tempo
É também atribuição da Uesb o armazenamento e envio de dados coletados diariamente, de hora em hora, para o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e para o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (Inpe). Isso acontece na Estação Meteorológica (Esmet).

Esmet possui acervo de mais de 60 anos de coletas de dados, sendo fonte de pesquisas dentro e fora da Uesb

33. Presente em todas as fases da vida
Na Uesb, são desenvolvidos estudos e ações para todas as idades. Enquanto os pequenos podem contar com a Ludoteca, os mais velhos são o foco do Projeto Vida Ativa, há 15 anos. Ainda tem espaço para os mais novinhos na Creche Bem-Querer ou na Creche Casinha do Sol.

34. Múltipla
As creches também dão importante suporte para os papais e, principalmente, mamães da Uesb. No caso dos alunos, o acesso às vagas integra as ações de permanência, que incluem, ainda, a Residência Universitária, os Restaurantes Universitários e auxílios do Programa de Assistência Estudantil.

Nos Restaurantes Universitários, Uesb oferta refeição a um real para alunos habilitados à Assistência Estudantil

35. Inclusiva
Como defensora e promotora da equidade, a universidade pública é plural. Por isso, desde 2005, o Órgão de Educação e Relações Étnicas (Odeere) da Uesb se debruça sob a produção do conhecimento vinculado às relações Étnicas, de Gêneros e de Diversidade sexual. Em outra vertente de inclusão, foi criado, em 2009, o Núcleo de Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência da Uesb.

36. Parte do Sistema Único de Saúde
A oportunidade de atuação para os estudantes da área de saúde, nas fases finais dos cursos, representa também uma importante contribuição da Uesb para o SUS. Atualmente, a comunidade encontra atendimentos especializados, inclusive de média complexidade, no Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas), e pode contar com o acompanhamento das Clínicas de Fisioterapia e de Odontologia da Uesb.

No Ceuas, além de atendimento médico em 16 especialidades, a população conta com exames e serviços de nutrição, enfermagem e assistência social

37. Disponível para a comunidade
A gama de serviços disponíveis para a população vai além, por meio de laboratórios, núcleos e projetos da Uesb, contemplando desde o assessoramento técnico para o homem do campo até consultas psicológicas e orientação e assistência jurídica.

38. Professora de todos os professores
As Faculdades de Formação de Professores estão nas raízes da Uesb. Assim, a Universidade funciona como base de qualificação e aprimoramento da docência na região, desde o início da sua história. Hoje, mais de 45% dos cursos ofertados por aqui são licenciaturas, que encontram suporte no Programa de Iniciação à Docência (Pibid). Desde 2009, a Uesb também atende a demanda de formação inicial de professores em exercício na região Sudoeste, por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor).

39. De todos mesmo!
Com o crescimento da pós-graduação, a Uesb se firma também na formação de professores que atuam no Ensino Superior. Desde 2002, quando teve seu primeiro Mestrado implantado, a Universidade aprovou a média de um curso de Mestrado ou Doutorado por ano.

40. Resistente
Ostentar o desenvolvimento de 40 anos não é para qualquer um. Isso porque a tarefa não é fácil em um cenário que impõe adversidades à educação pública, principalmente longe dos grandes centros. Assim, enquanto em 2020 se faz necessário retornar para conceitos já chancelados pela Ciência, a Uesb chega a quatro décadas de um trabalho coletivo e diverso, cujos frutos (muito mais que 40!) já são colhidos na região Sudoeste.

Como o mandacaru, Uesb resiste às intempéries de um cenário, muitas vezes, inóspito

Matérias mais vistas

confira as matérias com mais cliques em nossa revista eletrônica

Especial 40 anos
Os primeiros passos de uma universidade
Especial 40 anos
A educação na região Sudoeste...
Especial 40 anos
Passado e presente se encontram em...
Especial 40 anos
40 anos desbravando os caminhos da...
Especial 40 anos
Uesb impulsiona crescimento...
Assistência Estudantil
Políticas afirmativas garantem...
Especial 40 anos
Onde são formados os professores da...
Especial 40 anos
Pesquisa e extensão a serviço da...
Especial 40 anos
40 fatos sobre a Uesb que você...
Especial 40 anos
Laboratórios qualificam a formação...
Especial 40 anos
Universidade oferece oportunidades de...
Especial 40 anos
Qual a cara da Uesb dos 40 anos?