Editorial - Edição 09

Pós-Graduação

Mestrado Profissional em Química valoriza docência na educação básica

por Gisele Almeida

Proporcionar ao professor de Química do Ensino Básico uma formação aprofundada e relevante ao exercício da docência, considerando as necessidades e contextos da região. Foi com esse propósito que a Uesb implantou, no campus de Jequié, a sua segunda Pós-Graduação na área: o Programa de Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional (ProfQui).

Buscando qualificar o professor para o exercício da docência em Química, a Uesb oferece desde 2017 o Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional.

Coordenado pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com cogestão da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), o Programa é ministrado por instituições de ensino superior que integram a Rede Nacional do ProfQui, denominadas Instituições Associadas, formando uma Rede Nacional de Pós-Graduação no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Na Uesb, o Mestrado conta com uma equipe de docentes do Departamento de Química e Exatas (DQE) e com a coordenação acadêmica local do professor Baraquízio Braga do Nascimento Júnior.

De acordo com o coordenador, a implantação do curso só foi possível devido à estrutura que a Uesb já dispunha, com cursos na área de Química de qualidade reconhecida nacionalmente e quadro docente com vasta experiência em orientações e publicações de trabalhos científicos. “A Uesb com o seu sólido curso de licenciatura em Química não poderia ficar de fora dessa conquista, pois já formamos mais de uma centena de professores de Química para a região e estes precisavam se requalificar”, completa Nascimento.

Primeira Turma do Profqui

Foto do Profqui
Em agosto de 2017, a primeira turma do Programa começou suas atividades. Com aulas presenciais três vezes por semana e, algumas vezes, atividades por videoconferência, os mestrandos seguem uma matriz curricular única para todos os Programas que compõem a Rede. Contudo, a coordenação local possui autonomia para incluir disciplinas que complementem a formação, respeitando o regimento nacional do Profqui e o regulamento geral da Pós-Graduação stricto sensu da Uesb.

Os discentes têm a opção de escolher entre quatro linhas de pesquisa, que abarcam importantes aspectos para o ensino da Química na atualidade: Novas Tecnologias e Comunicação; Química Ambiental e Energia; Química da Vida; e Novos Materiais. A matriz curricular e as linhas de pesquisa propostas objetivam trazer recursos para que o professor de Química chame a atenção dos seus alunos para a importância dessa disciplina, tornando o aprendizado mais interessante e prazeroso. “O Profqui busca qualificar o professor para o exercício da docência em Química e dessa forma contribuir para difundir a sua importância como ciência central, despertando o interesse no estudante pelo seu estudo e sua aplicação no nosso dia a dia. A Química é uma ciência que contribui fortemente na busca de melhorias para o bem-estar do ser humano no nosso planeta”, afirma o coordenador.

Para Eliane Teixeira, professora da educação básica há 17 anos e mestranda do Programa, a Pós-Graduação oferece uma valiosa oportunidade de preencher algumas lacunas deixadas pela graduação, já que a atuação profissional permite um olhar mais amadurecido diante dos desafios do ensino da Química. Ainda de acordo com ela, por um lado, o Mestrado propõe novas perspectivas na sua busca pela melhoria da qualidade da educação e, por outro, valoriza a sua experiência e o conhecimento que tem a oferecer: “vejo no Mestrado Profissional uma oportunidade de discutir e refletir sobre a minha práxis junto com os demais colegas e também me apropriar de novas ideias e novas atitudes na condução do processo de ensino-aprendizagem. Além disso, me sinto valorizada como professora da educação básica trazendo minhas experiências”.

Relação de parceria entre mestrandos e docentes e uma boa metodologia. De acordo com Alba Consuelo Menezes Lima, também discente do curso, são esses os aspectos que mais chamam a sua atenção na Pós-Graduação e mais favorecem a sua atuação como professora da educação básica. “Já no início nos foi apresentada a metodologia e constatei que era exatamente aquilo que objetivava para mim. Temos tido um relacionamento de verdadeira parceira entre nós e os professores e vivenciado experiências bastante significativas. Estou realmente realizada com o curso”, declara Lima.