Lic. em Matemática – Vitória da Conquista

TCC

 

Monografia

Normas para a elaboração e o acompanhamento da monografia de final de curso

 

Disposições Gerais

A monografia integra o curso de Licenciatura em Matemática como oportunidade especial para o graduando, sendo parte importante do eixo teórico-prático da função do professor. Desencadeia e estimula a busca de um diálogo sistemático dos alunos da graduação com os diferentes grupos de pesquisa existentes na UESB e porque não dizer, da futura prática de sala de aula como professor, fortalecendo os vínculos entre pesquisa, ensino e extensão.

Tal fato em muito corrobora para o desenvolvimento do educando em diversos âmbitos e constitui uma oportunidade para que os alunos, antes de terminar a graduação, possam através de um trabalho acadêmico exercitar e ampliar os conhecimentos adquiridos durante o curso. O trabalho monográfico deve ser desenvolvido individualmente pelo graduando, que contará com o acompanhamento do professor orientador. Recomenda-se que os trabalhos relacionados com a Monografia iniciem-se antes do meio do curso.

 

Disciplinas envolvidas diretamente e desenvolvimento

O trabalho de orientação da monografia está organizado em duas disciplinas: Seminário de Pesquisa I e II. As matrículas das disciplinas não podem ser realizadas em um mesmo semestre. Preferencialmente devem ser cursadas até o sexto e sétimo semestres do curso, respectivamente. O trabalho deve seguir sob a orientação de um docente da UESB e os procedimentos deste trabalho serão:

 

 

Concepção do Projeto da Monografia

Disciplina:

Seminário de Pesquisa I (15 horas) – deverá ser cursada até sexto semestre do curso, e envolve a produção do projeto de pesquisa para monografia, bem como o aceite de um professor orientador que é condição para matricula na disciplina, tarefa que deve ser resolvida pelo graduando;

 

Tarefas

Estudo dos processos de pesquisa em Matemática e Educação MatemáticaElaboração da Monografia Preliminar com o cronograma de trabalho

Workshop do tema definindo o trabalho a ser desenvolvido

 

Detalhamento

Será necessário o aceite do professor, futuro orientador, com relação ao desenvolvimento do trabalho indicando o tema a ser trabalhado e o plano de trabalho a ser realizado através da entrega do Projeto de Monografia.

No final desta fase, deverá acontecer à escrita e entrega da Monografia Preliminar, o aluno deverá fazer uma apresentação do conteúdo do trabalho (Monografia Preliminar) em Workshop organizado pelo Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática, com a participação de todos os orientandos e orientadores que estejam desenvolvendo a disciplina Seminário I.

 

Elaboração Apresentação e tarefa da Monografia Final

 

Disciplina:

Seminário de Pesquisa II (15 horas) – deverá ser cursada até o sétimo semestre; sob a responsabilidade do orientador, ao final desta disciplina o aluno deverá estar com o trabalho definido, em termos do desenvolvimento prático e/ou levantamento de dados; bibliográficos, etc. Época em que terminará a disciplina com a apresentação do trabalho para banca examinadora;

 

Tarefas

Desenvolvimento das atividades definidas na Monografia Preliminar;Elaboração da Monografia Final;Apresentação à Banca Examinadora para avaliação Final;Correção da Monografia (se for o caso);Monografia Final Catalogada e encadernada em capa dura;Monografia Final em CD-ROM;Entrega da Monografia para os membros da banca;

 

Seguindo o processo de desenvolvimento do trabalho Monográfico, nesta segunda etapa, a Monografia Preliminar deve ser aprofundada em seu conteúdo e metodologia, com a finalidade de gerar conhecimento para o aluno, fomentando aprendizado científico, no final desta etapa, o graduando deverá realizar a finalização do trabalho bem como a apresentação pública.

A Monografia Final deverá contar, em linhas gerais, com uma introdução evidenciando a contextualização, o domínio, a motivação e revisão teórica. Para a construção da fundamentação necessária ao desenvolvimento do trabalho. O método aplicado no trabalho deverá ser apresentado com detalhes e ao concluir com a análise dos resultados observados e ainda a sugestão de trabalhos futuros.

 

Temas

O curso de Licenciatura de Matemática da UESB possui característica impar dentre a maioria dos cursos formadores de professores para o ensino fundamental e médio. Assim o trabalho monográfico do aluno pode contemplar o desenvolvimento e/ou aprofundamento teórico da matemática, bem como o desenvolvimento de análises e experiências voltadas diretamente para a sala de aula, fator importantíssimos para o futuro professor.

 

 

Atribuições do professor da disciplina

A disciplina Seminário de Pesquisa I (15 hs), deverá ser ministradas por professores do curso de Licenciatura em Matemática, com intuito de direcionar os trabalhos para as características especificas da Matemática e da Educação Matemática. Cabe ao professor ou professores, nesta disciplina, realizar as seguintes tarefas:

  1. Divulgar o presente regulamento e zelar pelo seu cumprimento;
  2. Orientar os alunos do curso sobre todos os aspectos relacionados com a Monografia, incluindo escolha de temas e de orientador;
  3. Coletar, organizar e sugerir possíveis temas, refletindo o interesse dos alunos e dos professores;
  4. Encaminhar à Secretaria Acadêmica o Diário de Classe com os resultados das avaliações da disciplina, durante o encerramento do semestre letivo;
  5. Enfatizar a importância e organização dos Workshops (Seminários) para apresentação dos temas e planos de trabalho dos Projetos de Monografia;

 

Atribuições do professor orientador

O professor orientador (Seminário de Pesquisa II) deverá ser um professor da UESB, definido pelo estudante e oferecido pelo Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática com atuação na área escolhida, que acompanhará o estudante no que diz respeito à orientação, avaliação e elaboração da monografia.

Ao assinar o Projeto Preliminar e entregá-lo ao Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática, o Professor Orientador estará confirmando o aceite da orientação do aluno. O acompanhamento do trabalho monográfico poderá contar com um co-orientador, que deverá ser um docente da UESB ou de outra Instituição de Ensino Superior.

Ao orientador ou ao co-orientador compete:

  1. Analisar o plano de trabalho inserido no Projeto de Monografia (Seminário de Pesquisa I) apresentado pelo estudante, fazendo as devidas alterações;
  2. Orientar e acompanhar o trabalho do(s) aluno(s) na realização de todas as atividades, registrando, na Ata de Reuniões (Anexo 1) todos os encontros com as decisões tomadas e devidamente assinada (aluno e professor);
  3. Estimular a pontualidade do(s) aluno(s), principalmente quanto ao cumprimento do cronograma de reuniões e eventos importantes durante a disciplina;
  4. Deverá disponibilizar uma carga horária semanal para cada aluno sob sua orientação ou co-orientação;
  5. Contribuir com sugestões para a melhoria da qualidade dos relatórios e demais documentos produzidos pelo(s) aluno(s) durante o desenvolvimento da disciplina;
  6. Participar da apresentação do(s) trabalho(s) do(s) orientando(s), como Presidente da Banca Examinadora, garantindo sua realização;
  7. Após a apresentação final, informar ao Coordenador do Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática, enviando a folha de avaliação da Banca Examinadora, para arquivamento e registrar a nota no diário de classe.
  8. Conferir as correções da monografia sugeridas para a aprovação do estudante, que deverá ser entregue no prazo de 30 dias;
  9. No final do semestre, o orientador deverá elaborar um parecer sobre o trabalho do aluno, com a freqüência e a nota, que deverá ser entregue na Coordenação de Pedagogia.
  10. Formar as Bancas Examinadoras e comunicar o coordenador do Colegiado do Curso de Licenciatura de Matemática, agendamento da entrega da Monografia Final e da apresentação à Banca Examinadora e registro da avaliação em caderneta;

 

Atribuições do Colegiado de Matemática

Serão atribuições do Colegiado de Matemática:

  1. Receber, arquivar e divulgar as avaliações efetuadas pelas respectivas Bancas Examinadoras;
  2. Definir e divulgar datas e locais para realização das apresentações dos Projetos e das Monografias;
  3. Definir e publicar datas limites para entrega da Monografia Final à Banca Examinadora antes da apresentação do trabalho, com prazo mínimo de antecedência para leitura e avaliação (10 dias corridos);
  4. Definir e divulgar, no início do semestre letivo, o calendário com datas limites, referente à disciplina, destacando os seguintes eventos: entrega do projeto de monografia (Seminário de Pesquisa I) preliminar, Workshop da Monografia (Seminário de Pesquisa II);
  5. Disponibilizar para toda a comunidade do Curso informações atualizadas sobre o desenvolvimento dos trabalhos;

 

Atribuições do aluno

Poderá se matricular em Seminário de Pesquisa II, o aluno que tenha cursado a disciplina: Seminário de Pesquisa I. Compete ao aluno:

  1. Disponibilizar uma carga horária semanal mínima, para elaboração, desenvolvimento e redação da monografia;
  2. Dividir a carga horária semanal entre as atividades: definir os encaminhamentos com o professor orientador; estudo e desenvolvimento do projeto;
  3. Elaborar e apresentar o plano de trabalho inserido no Projeto da Monografia (Seminário de Pesquisa I) sobre o tema a ser pesquisado;
  4. Escolher o orientador e se necessário indicar um co-orientador e com esses deve combinar horários de encontros regulares com o(a) orientador(a) para o desenvolvimento da pesquisa;
  5. Freqüentar os horários estipulados em conjunto com o orientador/co-orientador;
  6. Cumprir o cronograma apresentado na Monografia Preliminar;
  7. Escrever o texto monográfico de acordo com as normas da ABNT vigente;
  8. Apresentar em seção pública o trabalho final;
  9. Entregar aos membros da Banca Examinadora 01 (uma) via da Monografia, na sua versão final validada pelo professor orientador antes da apresentação no prazo estipulado pelo professor da disciplina (20 dias antes da apresentação);
  10. Entregar a cópia final impressa e em CD, após a realização da defesa com as alterações sugeridas pela Banca Examinadora para banca, orientador e ao Colegiado do Curso de Licenciatura de Matemática;
  11. Providenciar a catalogação da monografia junto à Biblioteca da UESB;
  12. Freqüentar no mínimo 75% das aulas ministradas para o andamento do projeto, pois somente assim poderá haver o agendamento da Banca Examinadora.
  13. 5 – Estrutura do trabalho monográfico
  14. A monografia desenvolvida deverá seguir as normas da ABNT.
    • – Avaliação
  15. O trabalho desenvolvido deve ser apresentado e definido em sessão aberta ao público, perante a Banca Examinadora. A Banca Examinadora será composta pelo orientador do projeto, Presidente, e mais dois outros membros, que devem ser professores da UESB ou de outra Instituição de Ensino Superior ou Pesquisa.
  16. O professor da disciplina Seminário de Pesquisa II calculará a nota referente às atividades, que são: a entrega da monografia preliminar (plano de trabalho), o workshop apresentado pelo aluno e a freqüência do aluno às aulas da disciplina. Em seguida a Banca Examinadora avaliará e dará uma nota ao trabalho apresentado. O professor da disciplina irá calcular a Média Final com base na fórmula a seguir: Média Final=(Nota da Banca*6 + Nota prof. Orientador*4)/10.
  17. O professor orientador aplicará a fórmula e divulgará as médias finais obtidas pelos alunos no prazo estipulado no calendário de Projeto de Diplomação.

 

Apresentação

O aluno terá 20 (vinte) minutos para expor seu trabalho mostrando, o cronograma previsto e realizado de atividades, a fundamentação teórica, os resultados previstos e alcançados, e os produtos planejados e efetivamente obtidos.

Após a exposição do aluno os membros da Banca Examinadora, se assim desejarem, irão argüi-lo. Esgotados os questionamentos, cabe ao Presidente da Banca encerrar a apresentação do Trabalho de Monografia.

A data para entrega do trabalho monográfico com modificações sugeridas, caso seja solicitado na apresentação, deverão obedecer ao prazo de 30 dias. Após o encerramento da apresentação, os membros da Banca se reunirão para apreciação do trabalho apresentado e emissão de parecer.

Os membros da Banca enviarão, por escrito, para o Colegiado, o julgamento do trabalho, com os comentários pertinentes e a atribuição da respectiva nota, no prazo máximo de 24 horas.

A Banca Examinadora será composta pelo professor orientador mais dois outros membros, podendo um deles ser de outra Instituição de Ensino Superior. O aluno entregará a Monografia Final aos professores membros da Banca.

Após a avaliação final da Banca, o aluno deverá promover as alterações necessárias e entregar ao Professor Presidente da Banca Examinadora. Após a revisão do Presidente da Banca, o aluno deverá encaminhar à biblioteca da Instituição para catalogação. A Monografia Final deverá ser encadernado em capa dura e inserido no acervo da Biblioteca. Uma cópia digital em CD-ROM contendo o Artigo Final deverá ser entregue ao Colegiado do Curso.

 

Resultado final

O resultado final do aluno na disciplina será considerado pendente caso seja atribuída média igual ou superior a 3,0 (três pontos ) e inferior a 7,0 (sete) na Média Final da disciplina. Nesse caso, o professor orientador deverá atribuir as recomendações a serem aplicadas sobre o trabalho, a fim de melhorias na qualidade.

Considerações finais

Os casos omissos serão decididos pelo Colegiado do curso de Licenciatura em Matemática.

 

 

DISCENTE ORIENTADOR (A) TÍTULO ANO
ÉRICA SOUZA DE JESUS CRISTINA DE ANDRADE SANTOS REIS VÍDEOS DIGITAIS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: LIMITAÇÕES E POTENCIALIDADES 2019
JOÃO BATISTA SANTOS PRADO SERGIO SILVA AGUIAR OS INFINITÉSIMOS: SUAS ORIGENS E A ANÁLISE NÃO-STANDARD 2018
RAÍZA GONÇALVES SANTOS TAISE SOUSA SANTANA CRÔNICAS DA GIOVANNA: BLOGG COMO POSSIBILIDADE DE AMBIENTE DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA
2018
JANFERSON JOSÉ DOS SANTOS FERNANDO DOS SANTOS SILVA UM BREVE ESTUDO SOBRE OS FRACTAIS: CONSTUÇÕES, CONCEITO E APLICAÇÕES 2018
MARITZA CAMILLI ALMEIDA BRITO MARCIO ANTÔNIO DE ANDRADE BORTOLOTI O CORPO DOS NÚMEROS REAIS: UM ESTUDO VIA MÉTODO DOS CORTES DE DEDEKIND 2018
ERIVAN SANTOS MARINHO ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA EXPLORANDO PADRÕES NO ENSINO FUNDAMENTAL 2018
DANIEL DA SILVA CAMPOS GONÇALO RENILDO LIMA CERQUEIRA UTILIZAÇÃO DO GEOGEBRA PARA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR, VOLTADOS PARA O ENSINO MÉDIO 2018
EMERSON HENRIQUE SOARES DE OLIVEIRA JÚLIO CÉSAR DOS REIS O CÍRCULO E A DESIGUALDADE ISOPERIMÉTRICA 2018
FERNANDA SILVA ROCHA ROBERTA D ́ANGELA MENDUNI BORTOLOTI O CONCEITO DE FUNÇÃO COMUNICADO EM LIVROS DIDÁTICOS 2018
ANÉSIO SOUSA SANTOS NETO CRISTINA DE ANDRADE SANTOS REIS RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO: UMA ANÁLISE SOBRE AS POTENCIALIDADES DO USO DO VICMETRO EM SALA DE AULA 2018
VELTON CARDOSO PIRES GONÇALO RENILDO LIMA CERQUEIRAS UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR 2018
LUCAS BOTELHO OLIVEIRA CRISTINA DE ANDRADE SANTOS REIS PADRÕES E REGULARIDADES COM ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2018
DARLAN FIGUEIREDO FERRAZ CRISTINA DE ANDRADE SANTOS REIS REGULARIDADES E PADRÕES FIGURATIVOS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2018
LUCAS AMORIM ALMEIDA JULIO CESAR DOS REIS TEORIA DOS GRAFOS E O PROBLEMA DO CARTEIRO CHINÊS 2018
MAILTON REGO ALMEIDA JULIO CESAR DOS REIS PROGRAMAÇÃO LINEAR: UMA APLICAÇÃO AO PROBLEMA DE COMPRAS DE UM SUPERMERCADO DA CIDADE DE MACAÚBAS-BA 2018
WELMA OLIVEIRA HEISIG ANTÔNIO AUGUSTO OLIVEIRA LIMA SER OU NÃO SER: EIS O ZERO. É DAÍ QUE TEMOS QUE PARTIR? 2018
ARYEL SILAS SANTOS FERRAZ ANDRE NAGAMINE MÉTODOS NUMÉRICOS PARA APROXIMAÇÃO DE INTEGRAIS COM APLICAÇÕES 2018
ALDO BRITO DE JESUS ANTÔNIO AUGUSTO OLIVEIRA LIMA IDENTIFICAÇÃO DAS CÔNICAS 2018
OTILIANO RODRIGUES DE SOUZA JUNIOR ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA O ENSINO DA MATEMÁTICA FINANCEIRA NO ENSINO MÉDIO 2018
WILSON SOUZA COSTA JÚNIOR ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA UMA ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS UTILIZADAS POR ALUNOS DO NÍVEL SUPERIOR PERANTE QUESTÕES QUE ENVOLVEM O TEOREMA DE PITÁGORAS 2017
AMANDA FERNANDES BORBA CAMILA MACEDO LIMA NAGAMINE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE PROBABILIDADE COM A PRESENÇA DO AMBIENTE COMPUTACIONAL DE APRENDIZAGEM GEOGEBRA 2017
OTÁVIO FILADELFO ROCHA DE OLIVEIRA SANDE ELIANA ALMEIDA REIS ROCHA UMA ANÁLISE DO CONTEÚDO FRAÇÕES EM LIVROS DIDÁTICOS 2017
ALEX CRUZ SANTOS ANTÔNIO AUGUSTO OLIVEIRA LIMA NÚMEROS FIGURADOS E SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS 2017
JOSÉ ALFREDO RODRIGUES LIMA NETO ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA A UTILIZAÇÃO DA MATEMÁTICA FINANCEIRA NA EJA 2017
ÍTALO DAMASCENO CHAGAS ELIANA ALMEIDA REIS ROCHA A RELAÇÃO DOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL E O ENSINO DA MATEMÁTICA NA CIDADE DE VITÓRIA DA CONQUISTA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES 2017
KLEITON JAIRO FIGUEIREDO SOUZA ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS:UMA ANÁLISE VOLTADA PARA A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS 2017
BIANCA NOGUEIRA SILVA PRADO ANDRÉ NAGAMINE EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS E ALGUMAS APLICAÇÕES 2017
JOÃO DA CRUZ NEVES SILVA NETO ROBERTA D’ANGELA MENDUNI BORTOLOTI “A BAHIA JÁ ME DEU RÉGUA E COMPASSO”: O USO DA CONSTRUÇÃO GEOMÉTRICA PARA O (RE)DESENHO DA PINTURA FLOR DO CANGAÇO 2017
JOSÉ CARLOS OLIVEIRA DA SILVA WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA A PRÁTICA DO MARCENEIRO E A ARTE MATEMÁTICA DO SEU COTIDIANO: UMA HISTÓRIA DE VIDA 2017
ELVIS GONÇALVES CARVALHO ANDRÉ NAGAMINE DERIVADAS PARCIAIS E INTEGRAL DE LINHA: UMA BREVE REVISÃO E APLICAÇÕES 2017
FERNANDA SOUSA BARROSO WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA A MATEMÁTICA E O COTIDIANO DOS ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – EJA 2017
AMANDA CHAVES SANTOS ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA UM OLHAR PARA O CONHECIMENTO DE ESTUDANTES DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA SOBRE QUADRILÁTEROS 2017
WADNA NOLASCO WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA O ENSINO DE MATEMÁTICA COMO FORMA DE AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS BÁSICAS NECESSÁRIAS À FORMAÇÃO DO CIDADÃO 2016
ALESSANDRA LOPES REIS ANA PAULA PEROVANO DOS SANTOS SILVA O ENSINO DE GEOMETRIA NO 1º ANO DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO SEGUNDO A PROPOSTA DIDÁTICA DE ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA NO ESTADO DA BAHIA 2016
ASSEMIRA ALCÂNTARA KRUSCHEWSKY TAÍSE SOUSA SANTANA IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM MATEMÁTICA DOS ALUNOS 2016
JEANIA SOARES LIMA VITÓRIA TAÍSE SOUSA SANTANA LEITURA E ESCRITA PARA APRENDIZAGEM NAS AULAS DE MATEMÁTICA DE EDUCAÇÃO BÁSICA 2016
TAIANE DE OLIVEIRA ROCHA JONSON NEY DIAS DA SILVA DIFICULDADES NO CÁLCULO DE PERÍMETRO E DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2016
ALVARO JOSE CHELES LIMA WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA OS CAMINHOS DA ARITMÉTICA AO PENSAMENTO ALGÉBRICO 2016
KAIQUE RIBEIRO PRATES SANTOS JULIO CESAR DOS REIS TEORIA ELEMENTAR DE GALOIS 2016
VERONICE MEIRA DA SILVA ANA PAULA PEROVANO UM OLHAR PARA A ANÁLISE DE ERROS EM EQUAÇÃO DO 2° GRAU 2016
VÍNICIUS SOUZA PEREIRA ANA PAULA PEROVANO ANALISANDO A RESOLUÇÃO DE SITUAÇÕES PROBLEMAS DAS ESTRUTURAS MULTIPLICATIVAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2016
ANA PAULA MELO DE OLIVEIRA ANA PAULA PEROVANO O PRIMEIRO ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA 2016
KALLINE STEFANE DIAS DE OLIVEIRA TAÍSE SOUSA SANTANA UM OLHAR SOBRE AS TECNOLOGIAS PRESENTES NAS EXPERIẼNCIAS DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA 2016
NAIANNA DA SILVA LEITE WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA A MATEMÁTICA DA FABRICAÇÃO E DA COMERCIALIZAÇÃO DE CHIMANGO EM VITÓRIA DA CONQUISTA-BA 2016
IAGO PAIVA LOPES ANA PAULA PEROVANO UM OLHAR PARA A MATEMÁTICA FINANCEIRA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2016
GABRIELA ALVES DIAS ANTÔNIO AUGUSTO OLIVEIRA LIMA CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL E SUAS APLICAÇÕES 2016
PALOMA VIANA PORTO TÂNIA CRISTINA ROCHA SILVA GUSMÃO ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS RELATIVOS E SUAS REPRESENTAÇÕES 2016
GILIARD DIAS DE BRITO WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA O RETROSPECTO DOS ALUNO DO COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DE VITÓRIA DA CONQUISTA(CPM) E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A VIDA DOS EDUCANDOS 2016
ROSÂNGELA ALVES DE SOUZA WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO AS OPERAÇÕES DE ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO NOS ANOS INICIAIS 2016
GABRIEL MARIANO RIBEIRO DE OLIVEIRA ANDRÉ NAGAMINE POTENCIALIDADES DO GEOGEBRA PARA A APRENDIZAGEM DO CONCEITO DERIVADO 2016
LUAN BARRETO CHAVES ANA PAULA PEROVANO
ESTRATÉGIAS SOBRE O CAMPO CONCEITUAL MULTIPLICATIVO EIXO CONFIGURAÇÃO RETANGULAR NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – EJA 2016
ISABELA MATOS MACEDO JONSON NEY DIAS E ANA PAULA PEROVANO DISCURSO DAS PRÁTICAS DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO ENSINO DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 2016
ÍCARO BORGES TAVARES MOREIRA

 

ANTÔNIO AUGUSTO OLIVEIRA LIMA DERIVADAS E INTEGRAIS DEFINIDAS, DE FUNÇÕES REAIS, SOB O OLHAR DA ÁLGEBRA LINEAR 2016
LEONARDO SALES RIBEIRO TAISE SOUSA SANTANA O USO DO GEOGEBRA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA GEOMETRIA NAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL POR PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2016
JOSIANE LOPES OLIVEIRA WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA PRESENÇA DA MATEMÁTICA NAS MANIFESTAÇÕES CULTURAIS 2016
JÉFFERSON DOS SANTOS RIBEIRO SERGIO SILVA AGUIAR ALGUNS MÉTODOS DE PROVAS EM LÓGICA 2016
PEDRO SOUZA FAGUNDES JÚLIO CÉSAR DOS REIS GRADUAÇÕES PARA A ÁLGEBRA M2(K) 2016
VANESSA DE SOUSA SANTOS WALLACE JUAN TEXEIRA CUNHA INVESTIGAÇÃO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COMO MÉTODO DE ENSINO PARA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) 2016
JAMILE SOUZA BOMFIM WALLACE JUAN TEXEIRA CUNHA A UTILIZAÇÃO DO LÚDICO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM RELATIVO AO ENSINO DO CONJUNTO DE NÚMEROS INTEIROS 2016
ANA PAULA OLIVEIRA CARDOSO PEREIRA WALLACE  JUAN TEXEIRA CUNHA JOGOS COMO UM DIFERENCIAL NA PRÁTICA MATEMÁTICA 2016
MURILO MACHADO CERQUEIRA JÚLIO CÉSAR DOS REIS RESOLUÇÕES DE ALGUMAS QUESTÕES DO EXAME NACIONAL PARA INGRESSO NA PÓS- GRADUAÇÃO  EM COMPUTAÇÃO (POSCOMP) ENTRE OS ANOS DE 2002 E 2013 2015
LUCAS VIEIRA BRITO JÚLIO CÉSAR DOS REIS TEORIA DOS GRAFOS E UMA APLICAÇÃO 2015
ANA GABRIELA DIAS PACHECO JONSON NEY DIAS DA SILVA AS PERCEPÇÕES ENCONTRAS SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES NA EJA NO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DA UESB 2015
LARISSA BRITO DOS SANTOS TÂNIA CRISTINA R. S. GUSMÃO REFLEXÕES DE LICENCIADOS ACERCA DE SUAS VIVÊNCIAS NO PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID-UESB/BAHIA 2015
ELIANE DE JESUS SANTOS ANA PAULA PEROVANO ANÁLISE DO DESEMPENHO E ESTRATÉGIAS SOBRE O CAMPO CONCEITUAL MULTIPLICATIVO NO TEMPO JUVENIL 2015
CRISTIANE FREITAS PRADO JÚLIO CÉSAR DOS REIS ALGUNS MÉTODOS DE ÁREA: UMA APLICAÇÃO DE GEOMETRIA E INTEGRAL 2015
DIEGO ALVES DE OLIVEIRA JÚLIO CÉSAR DOS REIS CRIPTOGRAFIA COM DATA ENCRIPTY STANDARD 2015
ISA CAROLINE M. SANTOS ANA PAULA PEROVANO ESTRATÉGIAS UTILIZADAS POR ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO AS ESTRUTURAS MULTIPLICATIVAS. 2015
LÍGIA S. BASTOS WALLACE JUAN RESOLUÇÂO DE PROBLEMAS E MODELAGEM MATEMÁTICA: UM CONTEXTO DIFERENTE PARA A ABORDAGEM DO ESTUDO DE FUNÇÕES 2015
LISIANE SANTOS GOMES WALLACE JUAN A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO E PRÁTICA  DOCENTES DOS LICENCIADOS EM MATEMÁTICA DA UESB DO CAMPUS DE VITÓRIA DA CONQUISTA 2015
DANILO SANTOS SOUSA WALLACE JUAN DA FÁBRICA À  ESCOLA: UMA ABORDAGEM MATEMÁTICA 2015
MICHELLE SILVA SERAFIM TÂNIA CRISTINA ROCHA  GUSMÃO O CONHECIMENTO DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II SOBRE FRAÇÕES 2015
MÁRCIO SILVEIRA RAMOS ANA PAULA PEROVANO QUE CONTRIBUIÇÕES SÃO EVIDENCIADAS POR BOLSISTAS DO PIBID, SUBPROJETO MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO EM SUA FORMAÇÃO DOCENTE? 2014
REJANE DE ALMEIDA SANTOS ANA PAULA PEROVANO COMO OS LIVROS DIDÁTICOS ABORDAM O CONTEÚDO SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2014
ELIENE SOUZA OLIVEIRA ANA PAULA PEROVANO ESTRATÉGIAS UTILIZADAS POR ALUNOS DO 6º E 7º ANO DO ENSINO
FUNDAMENTAL NA RESOLUÇÃO DE SITUAÇÕES PROBLEMAS ENVOLVENDO
O CONTEÚDO DE MULTIPLICAÇÃO
2014
LUCIANE VIEIRA BRITO ANA PAULA PEROVANO O ENSINO DE MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS: A MULTIPLICAÇÃO E A DIVISÃO NA VISÃO DOS PROFESSORES POLIVALENTES 2014
RICARDO SILVA MOREIRA JONSON NEY D.DA SILVA. ERROS COMETIDOS PELOS ALUNOS AO ESTUDAR NÚMEROS RACIONAIS NA SUA FORMA FRACIONÁRIA EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE VITÓRIA DA CONQUISTA 2014
TAMIRES DE C. SOUZA TAISE SOUSA SANTANA AS CONTRIBUIÇÕES DOS JOGOS PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA: UM OLHAR SOBRE OS SIPEM’S E AS EXPERIÊNCIAS DE PROFESSORES DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE ITAMBÉ 2014
GRAZIELE S. FERREIRA BENEDITO MELO ACIOLY AS PROVAS MAIS USUAIS EM MATEMÁTICA 2014
JOELMA P. DE ALMEIDA ANA PAULA PEROVANO COMO AS OPERAÇÕES DE ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO SÃO TRABALHADAS POR UMA PROFESSORA DOS ANOS INICIAIS? 2014
MÔNICA DA CUNHA GOMES ANA PAULA PEROVANO A UTILIZAÇÃO DE JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA CONTRIBUI PARA A APRENDIZAGEM? 2014
LARISSA DE JESUS CABRAL ANA PAULA PEROVANO ÁREA E PERÍMETRO: UMA ABORDAGEM DOS POSSÍVEIS ERROS NA RESOLUÇÃO DE SITUAÇÕES – PROBLEMA 2014
DANIELLE R. DOS SANTOS BENEDITO MELO ACIOLY HÍSTORIA DOS SINAIS USADOS PARA ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO MATEMÁTICA 2014
CAROLINA F. ARAÚJO CLAUDINEI DE C.  SANT’ANA UTILIZAÇÃO DO GOOGLE DRIVE E FACEBOOK COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO À APRENDIZAGEM DE ALUNOS DE UM COLÉGIO NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA DA CONQUISTA 2014
JAQUELINE S. DE SOUZA ANA PAULA PEROVANO COMO AS ESTRUTURAS MULTIPLICATIVAS SÃO APRESENTADAS EM LIVROS DIDÁTICOS DESTINADOS AO 6° ANO 2014
POLIANA FERREIRA DO PRADO ANTÔNIO AUGUSTO

INTEGRAIS DE LINHA MATEMÁTICA APLICADA

2013
NOEME BISPO SILVA WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA JOGOS PEDAGÓGICOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA 2013
DANILO TAVARES DE OLIVEIRA BRITO TÂNIA CRISTINA R. S. GUSMÃO TECNOLOGIA À SERVIÇO DA EDUCAÇÃO:
UMA PROPOSTA DE ENSINO UTILIZANDO O SOFTWARE LIVRE GEOGEBRA.
2013
DINGUISTON DOS SANTOS BISPO ANTÔNIO AUGUSTO EQUAÇÕES DIOFANTINAS LINEARES
E SUAS APLICAÇÕES
2013
EDINÉIA B.MAIA BISPO WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA UTILIZAÇÃO DE JOGOS NA APRENDIZAGEM DA ADIÇÃO E DA SUBTRAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2013
MARIA IZABEL C. ROSÁRIO WALLACE JUAN TEIXEIRA CUNHA LÚDICO NO ENSINO APRENDIZAGEM MATEMATICA FUNDAMENTAL II 2013
LEANDRO DA LUZ ARAÚJO TÂNIA CRISTINA R. S. GUSMÃO ERROS COMETIDOS POR ESTUDANTES DOS ANOS INICIAIS QUANDO LIDAM COM NOÇÕES DE MEDIDAS E GRANDEZAS 2013
LUDIMILA SILVA CARVALHO TÂNIA CRISTINA R. S. GUSMÃO POTENCIALIZANDO A APRENDIZAGEM DE NOÇÕES BÁSICAS DE MEDIDAS POR MEIO DA DIÁLAGO 2013
DAIANE GOMES OLIVEIRA JONSON NEY D.DA SILVA. EVASÃO NO CURSO DE LINCENCIATURA EM MATEMÁTICA DA UESB 2013
DANIELA S. BRITO ROBERTA D                  ANGELA M.BORTOLOTI ANÁLISE DAS PRODUÇÕES ESCRITAS DE TRIÂNGULOS 2012
KAMILA B.PEREIRA ROBERTA D                  ANGELA M.BORTOLOTI REFLEXÕES ACERCA DO DESEMPENHO DE LICENCIANDOS DE MATEMÁTICA EM RELAÇÃO À ANÁLISE COMBINATÓRIA. 2012
JULIANA R. FERREIRA ROBERTA D.                ANGELA M.BORTOLOTI ANÁLISE COMBINATÓRIA: UM ESTUDO SOBRE OS LICENCIANDOS EM MATEMÁTICA DA UESB – CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA 2012
RAONI AGUIAR ANDRADE CLÊNIA A. O. DE MELO GEOGEBRA: UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA O ENSINO DE GEOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL 2 2012
CAMILA BOTELHO SANTOS TÂNIA CRISTINA R. S. GUSMÃO UMA EXPERIÊNCIA COM JOGOS ESTRATÉGICOS E GEOMÉTRICOS NO ENSINO MÉDIO 2012
ISABELA SOUZA PEREIRA FLAULLES B. BERGAMASCH ELEMENTOS DA TEORIA DE GALOIS 2011
JULIANA NÔ DA SILVA CLAUDINEI DE C. SANT’ANA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SUA INFLUÊNCIA NA FORMAÇÂO DE PROFESSORES 2010
DEIVISON PORTO SOUZA EDWARD LANDI TONUCCI JACQUELINE COSTA CINTRA ANTONIO A. L.OLIVEIRA ESPAÇOS VETORIAS E ORTOGANALIZAÇÃO DE VETORES 2010
ALMIR N. RODRIGUES             IVANA M. DE MENEZES ERIDAN DA C. S.MAIA A IMPORTâNCIA DOS JOGOS NA EDUACAÇÃO MATEMÁTICA 2010
LUCAS FERREIRA BORGES ALZIRA F.  DA SILVA, ROQUE M. P. TRINDADE  SUPERLOGO COMO UMA PRÁTICA EDUCACIONAL 2010
ERNANDE OLIVEIRA SOUZA, JANDERSSON DIAS SOUZA WALLACE JUAN A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E A REALIDADE PROFISSIONAL 2010
HELDER LIMA SILVA, MAURÍCIO BRITO DE JESUS ROQUE M. P. TRINDADE   TECNOLOGIAS E O ENSINO DA MATEMÁTICA 2010
EDWALDO FREIRE CRUZ FLAULLES BOONE BERGAMASCHI MONOGRAFIA DE GRADUAÇÂO: UMA INTRODUÇÂO À ANÉIS DE GRUPOS 2009
MANOEL TAVARES DA SILVA FILHO E MARÍLIA MALTA DOS SANTOS WALLACE JUAN CUNHA PROBLEMATIZAÇÂO DAS OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS DA MATEMÁTICA NAS SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL 2009
CRISTINA DE ANDRADE SANTOS REIS FLAULLES BOONE BERGAMASCHI ESPAÇO MÉTRICOS 2008
EMANOEL CONCEIÇÂO, GEVERSOM ALMEIDA, IRVING PERREIRA TÃNIA CRISTINA R.S GUSMÃO DIFICUDADES DE ALUNOS NO TRATAMENTO DOS CONCEITOS DE PERÍMETRO E ÁREA 2008
CRISTIANE BRITO ANDRADE CLAUDINEI CAMARGO SANT’ANA UM RESGATE ENVOLVIMENTO COM O ENSINO DE MATEMÁTICA EM RELATOS DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIO 2008
JEFERSON ARGOLO DOS ANJOS JÚLIO CÉSAR DOS REIS EQUAÇÕES CÚBICAS E QUÁRTICAS 2008
MARCELO DA SILVA PIRES E REGINALDO LEÔNCIO SILVA ANTÔNIO AUGUSTO O. LIMA INTEGRAL DE LINHA 2008
GRAZIELLE LIMA SANTOS CLAUDINEI DE CAMARGO SANT’ANA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA DE JOVENS E ADULTOS: UMA NOVA ABORDAGEM 2009
WILSON REIS DE OLIVEIRA CLADINEI CAMARGO SANT’ANA A MATEMÁTICA NA PROPOSTA CURRICULAR DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE VITÓRIA DA CONQUISTA ORGANIZADA EM CICLO DE FORMAÇÃO HUMANA 2009
ABIZAI CAMPOS LIMA CORINA DIAS CHAGAS EMPORTÂNCIA DO USO DAS TECNOLOGIAS MIDIÁTICAS NA EDUCAÇÃO E NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA 2009
DIONE SILVA SANTOS, IVONEIDE RIBEIRO DA SILVA ANTÔNIO AUGUSTO O. LIMA SÉRIES DE FOURIER 2008
NILDA PEREIRA SILVA E MARY JANE FILADELFO WALLACE JUAN TEIXEIRA MATEMÁTICA DA RUA PARA A ESCOLA 2008
ADSON MARTINS MEIRA BENEDITO MELO ACIÓLY DIFERENCIABILIDADE EM ESPAÇOS DE BANACH 2008
FREDSON PEREIRA DE SOUZA, GETÚLIO ROCHA SILVA, HELDER LIMA SILVA JÚLIO CÉSAR DOS REIS ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE ANÉIS DE GRUPO 2008
LUIZ LIVINSON DANTAS SOUZA ERIDAN DA COSTA SANTOS MAIA TAXAS DE JUROS APLICADAS EM GRANDES EMPRESAS POPULARES DE VITÓRIA DA CONQUISTA 2008
CRISTIANE BARRETO E THIAGO LEONARDO BASTOS DA SILVA FLAULLES BOONE BERGAMASCHI MONOGRAFIA DE ESPECIALIZAÇÃO: APROXIMAÇÃO NUMÉRICA PARA FUNÇÕES E RAÍZES DE FUNÇÕES 2008
ALLAN DE SOUSA SOARES JÚLIO CEZAR DOS SANTOS REIS TOPOLOGIA O TEOREMA DE STONE-WEIERSTRASS 2008
LARISSA BRITO DE OLIVEIRA BENEDITO MELLO ACIÓLY TOPOLOGIA GERAL 2008
SOLANGE DE ALMEIDA CARVALHO CLAUDINEI CAMARGO DE SANT’ANA ARQUIVOS E FONTES DOCUMENTAIS DO COLÉGIO ESTADUAL DE BRUMADO: A PRATICA DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA 2008
GISLAN SILVEIRA SANTOS ANTÔNIO aUGUSTO O. LIMA ESPAÇOS DE HILBERT 2008

 NÍVEA PIRES CAIRES E MAURÍCIO BRITO DE JESUS

 

ERIDAN

JOGOS APLICADOS A CONTEÚDOS MATEMÁTICOS:MEIO FACILITADOR NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM ENTRE PROFESSORES E ALUNOS

 

2007

ROGERIO DA SILVA COQUEIRO

 

ERIDAN DA C. S.MAIA

SOROBAN E MULTIPLANO: TRABALHANDO A MATEMÁTICA PARA DEFICIENTES VISUAIS E AUDITIVOS


2007
FABIANNE FERREIRA DIAS E KEILA BARRETO SOUZA CLAUDINEI DE C. SANT’ANA ESTUDO BÁSICO DE POLINÔMIOS NA
EDUCAÇÃO DE CEGOS
2007
ADRIANA CARDOSO  DA SILVA, QUELLINNY FRANCOISE M.A NOGUEIRA E WALMIRAN MACEDO QUEIROZ JUAN WALLACE CUNHA ENSINO-APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS 2007
ARLÚCIO DA CRUZ VIANA ANTÔNIO AUGUSTO APRESENTAÇÃO E PROPRIEDADES DO

Rn

2007

MAURÍCIO JOSÉ DA SILVA

ERIDAN DA C. S.MAIA

MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA ALTERNATIVA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

2007
MAGNA  BONFIM LUZ CLAUDINEI DE C. SANT’ANA

EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

2007

SIMONE OLIVEIRA CAMPOS

TATIANA SILVA SANTOS

CLAUDINEI DE C. SANT’ANA

INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES DAS SÉRIES INICIAIS NO APRENDIZADO DOS ALUNOS EM MATEMÁTICA

2007
ROBERTO ALVES GONZALEZ MARIA DEUSA ENSINO À DISTÂNCIA 2006
ADRIANO SANTOS DA ROCHA, GEISA FERNANDA  DA SILVA QUEIROZ E UESLEI BARBOSA LIMA JUAN WALLACE CUNHA AS (DES) VANTAGENS DO USO DE JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA 2006
ANA CRISTINA SOUZA BARROSO E  ELIZ DAYANE COSTA PRIMO ANA ELIZABETH S. ALVES APLICAÇÕES DE JOGOS EDUCATIVOS NO ENSINO DOS NÚMEROS INTEIROS 2006
SILVANA COSTA SILVA CLAUDINEI CAMARGO DE SANT’ANA TRABALHANDO COM A INVESTIGAÇÃO DE MATEMÁTICA 2006
ALTEMAR BRITO LIMA,CELÍDIO SANTOS LIMA,FABRÍCIO ALVES SANTOS MICHEL PAUL ALFRED BERNARD QUAIS CAMINHOS LEVARAM AOS NÚMEROS COMPLEXOS 2006
KLÉBER SILVA E ROGÉRIO DOS SANTOS BITTENCOURT BENEDITO MELO ACIÓLY TRANSFORMAÇÂO CONFORMES 2006
APARECIDO ALVES DAS FLÔRES,GILBERTO PEREIRA SOARES JÚNIOR, JEAN AMORIM SANTOS BENEDITO MELO ACIÓLY SOBRE A TRANSFORMADA E FUNÇÔES ESPECIAL 2006
ANDRESSA DE MEDEIROS COUTO E CRISTIANE SANTOS BARRETO CLAUDINEI CAMARGO DE SANT’ANA ALGUMAS UTILIZAÇÔES DE SOFTWARES NO ENSINO DA MATEMÁTICA 2006
ALLAN DE SOUSA SOARES BENEDITO MELO ACIÓLY A DERIVADA 2005
KLÉBER SILVA BENEDITO MELO ACIÓLY TEORIA DOS CONJUNTOS DO PONTO DE VISTA LÓGICO 2003